notícias

Fim do projeto alunos protagonistas do Colégio Sesi em Irati

Colégio Sesi de Irati vai encerrar atividades em 2020. Das cerca de 29 unidades que fecharão suas portas no Paraná, uma é de Irati
Alunos do Colégio Sesi de Irati participavam de programa na Rádio Najuá. Imagem Arquivo Najuá

Os efeitos da pandemia já são sentidos pela Federação das Indústria do Paraná – FIEP. No Paraná serão fechadas cerca de 29 unidades do Colégio Sesi. Em nota, a entidade informa que o Colégio Sesi conta com aproximadamente 10.700 alunos e para 2021, serão ofertadas cerca de 8.600 matrículas. A justificativa do corte de vagas “leva em conta o cenário atual e desafios do momento, considerando a viabilidade da oferta, o mercado local, a análise das necessidades da comunidade e da indústria paranaense”.  Ainda informa que até o final de 2020, os alunos continuarão com as aulas normalmente.

A notícia entristece a sociedade iratiense, onde a unidade do Colégio Sesi, instalada em 2006, acolhe em torno de 200 alunos do infantil ao ensino médio. Procurado, o Colégio Sesi de Irati repassou contato da assessoria estadual, que se limitou à nota, por enquanto.

Alunos protagonistas
A Rádio Najuá tem uma forte relação com o Colégio Sesi de Irati.  A história começou em 14 de agosto de 2017, quando os alunos, autodenominados 'Najueiros', participavam da programação da rádio, semanalmente, com o incentivo da orientadora pedagógica Thaís Gnatkoski, que já tinha um quadro de “Dicas de Leitura” e o empenho da professora da disciplina de língua portuguesa, Avanilde Polak, os alunos buscavam se inteirar sobre os assuntos em discussão na sociedade.

O coordenador de Educação do Sesi Irati, Rafael Ruteski, apostou na proposta que ia de encontro ao objetivo do colégio de que os alunos sejam protagonistas, líderes atuantes na sociedade onde estão inseridos.

A entidade divulgou nota com esclarecimentos que inclui as demais atividades educacionais do sistema. “As ofertas de cursos Senai, Faculdades da Indústria, EJA, assim como atividades de promoção de saúde e tecnologia e inovação serão continuados. Os municípios não deixarão de receber os serviços do Sistema FIEP, seja por unidade física, serviços on-line, cursos à distância ou pelas unidades móveis, com foco sempre em atender às necessidades da indústria paranaense”.


MP reduz repasse ao Sistema S
A Medida Provisória (MP) que reduz pela metade as contribuições obrigatórias das empresas para o Sistema S, por dois meses, de maio a abril foi aprovada no final de junho pelo Senado e aguarda sanção. O discurso do ministro da economia do governo Bolsonaro, Paulo Guedes, desde o início, foi pautado pela necessidade de desonerar as empresas de taxas e contribuições obrigatórias e com a chegada da pandemia, a MP foi encaminhada como forma de ajuda às empresas. Mas o texto inicial, que previa redução em três meses, foi alterado para dois, maio e abril.

O Sistema S congrega entidades corporativas voltadas para o treinamento profissional, assistência social, consultoria, pesquisa e assistência técnica, que além de terem seu nome iniciado com a letra S, têm raízes comuns e características organizacionais similares. Fazem parte do sistema S: Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai); Serviço Social do Comércio (Sesc); Serviço Social da Indústria (Sesi); e Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac). Existem ainda os seguintes: Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar); Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop); e Serviço Social de Transporte (Sest). Veja Alíquotas de contribuição. Fonte Agência Senado.

Reação
Ontem (12), em Ponta Grossa, pais e estudantes se mobilizaram contra o fechamento do Colégio Sesi Internacional e procuraram os vereadores para solicitar ajuda. Vários abaixo-assinados correm pela internet com apelo à comunidade para evitar o fechamento de colégios no estado.

A Najuá conversou com familiares de alunos do Sesi em Irati.Este conteúdo será publicado em outra matéria.

Arquivo Najuá

Arquivo Najuá