notícias

Colégio Sesi vai fechar unidades em todo Paraná, incluindo Irati

Rede de ensino diminuirá 20% das vagas e vai fechar escolas no estado, inclusive em Irati; pais e alunos dão seus depoimentos 
Feira do Empreendedorismo e Inovação Sesi Irati. Imagem Iratiin
Lenon Diego Gauron com reportagem de Jussara Harmuch 

A rede de ensino Sesi (Serviço Social da Indústria) vai fechar colégios em todo o Paraná, incluindo a unidade de Irati. Desta forma as vagas ofertadas a partir de 2021 no estado terão um corte de 20%. Atualmente, o Colégio Sesi oferece 10,7 vagas no Paraná, distribuídas em cerca de 50 colégios; ano que vem, serão 8,6 mil vagas. As informações foram confirmadas pela entidade por meio de nota.

Em entrevista à rádio Super Najuá (92,5 FM), pais e alunos do Colégio SESI de Irati deram seus depoimentos sobre a notícia que os pegou de surpresa. “Nós estamos bem tristes com essa notícia repentina que recebemos do fechamento do Colégio SESI em 2021 e muito preocupados com a aprendizagem desses alunos, pois com essa interrupção, eles vão perder muito com isso”, disse Karla Flaiane Burko Herthel, mãe de uma estudante do ensino médio pelo Sesi de Irati.

A aluna Maria Clara Teodoro, que é estudante do ensino médio, disse que a rede de ensino não ofereceu uma alternativa para o fechamento da unidade de Irati e que eles pretendem fazer o possível para manter o colégio funcionando.
Eles nos deram a justificativa que o fechamento se deu por um problema financeiro e administrativo, mas não nos deram a possibilidade de buscar uma solução para que isso não acontecesse. O Sesi nos ensinou que se a gente quer alguma coisa, a gente não pode desistir e tem que correr atrás; e nós não vamos desistir de tentar manter as portas do nosso colégio abertas, comentou.
Na opinião de Gabriel Diogo Popoaski houve “falta de ética” por parte da instituição. “Não foi dado aos pais e aos alunos uma oportunidade de negociação. Foi um ato de irresponsabilidade e de extrema falta de ética, já que podemos considerar que quem foi prejudicado nessa história toda é o próprio aluno. Nós ficamos muito chateados por sermos simplesmente descartados; visto que carregamos com orgulho o nome do Sesi, onde sempre trouxemos resultados excelentes em campeonatos e feiras, disse o aluno do 2º ano do ensino médio.

Uma ex-aluna do colégio contou sobre a iniciativa por parte dos alunos de todo o estado através de um abaixo-assinado com a finalidade de tentar impedir o fechamento das unidades de ensino. “No Paraná todo, eles [os alunos] tiveram a iniciativa de fazer um abaixo-assinado, mas eu não sei se vai dar certo porque essa decisão [do fechamento dos colégios] também inclui toda a parte filantrópica do colégio. Eu acho que o colégio merece a oportunidade de continuar, porque comigo, o Sesi transformou a minha vida; me deu conhecimentos também para a vida. Então eu quero salvar o colégio e acredito que todos também querem isso”, disse Gabriela Dreminski, que atualmente é universitária.


Claudemir dos Santos Herthel que é pai de um aluno do Sesi, convidou a população para uma reflexão sobre o sistema educacional do Brasil, sobretudo em épocas difíceis como a que o país enfrenta atualmente. “Eu acredito que nesse momento é importante desenvolver uma cadeia de pessoas que podem nos ajudar, seja com os políticos que nos representam, para que demonstrem a importância de qualquer colégio, não só do SESI. E nesse momento de pandemia, eu acho que não vai existir o ‘normal’ que existia antes. Essa pandemia trouxe um impacto em todo o mundo. E em Irati, especificamente, as pessoas precisam entender que hoje somos nós, mas amanhã pode ser o filho de outras pessoas e outros colégios”, avalia.

Já Antônio Teleginski, que  também é pai de um estudante do Sesi, alertou que o fechamento da unidade em Irati pode ocasionar na migração dos alunos paras as unidades públicas do município.
Eu acho que isso vai inchar as outras escolas de Irati, pois não sabemos se existe espaço para 200 alunos nas outras escolas, destacou.
A maioria dos alunos do Colégio Sesi de Irati têm as mensalidades subsidiadas entre 50 e 60% do valor da mensalidade, que custa mais de R$ 500,00. Cerca de 1/4 dos alunos passam por teste seletivo e recebem a bolsa total.

Em contato com o coordenador de matrículas e planejamento do núcleo regional de educação de Irati, Celso Van Der Waal, sobre a capacidade da rede estadual em absorver os alunos oriundos do Sesi e, possivelmente, de outros colégios da rede privada, que estariam migrando devido à pandemia, ele informou que o planejamento para 2021 terá início em setembro e que esta informação será levada em conta.

Além da unidade de Irati, outras 29 unidades devem ser fechadas. Este número não foi confirmado pela Federação das Indústrias do Paraná - FIEP. Em cidades como Londrina, Maringá, Arapongas, Cambé, Bandeirantes e Ponta Grossa, os pais já se mobilizam contra o fechamento.

Com menos dinheiro pela redução das contribuições obrigatórias de empresas ao Sistema S, FIEP estuda cortes. Pais e alunos se questionam sobre a falta de uma discussão aberta e acreditam que é possível identificar outros departamentos a cortar, que não a educação.