notícias

Cartão Comida Boa beneficiou mais de 5 mil pessoas em Irati

Nesta sexta-feira, 7, será finalizado o prazo para os beneficiários usarem o saldo remanescente dos vouchers. A partir de sábado, 8, os valores serão zerados
Cartão Comida Boa permite que beneficiários recebam R$ 50 por mês para realizarem compras de alimentos. Benefício foi disponibilizado por três meses com possibilidade de se tornar permanente. Foto: AEN
Benefício criado para complementar a renda das famílias afetadas pela pandemia do coronavírus, o Cartão Comida Boa beneficiou mais de 5 mil pessoas em Irati. O auxílio do governo estadual permite que famílias paranaenses em situação de vulnerabilidade possam receber R$ 50 no período de três meses para realizarem compras de produtos alimentícios em supermercados. Os recursos foram disponibilizados pelo Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza.

Nesta sexta-feira, 7, será finalizado o prazo para os beneficiários usarem o saldo remanescente dos vouchers. A partir de sábado, 8, os valores serão zerados. A secretária de Assistência Social de Irati, Sybil Dietrich, explica que o benefício é diferente do auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal. Ou seja, o valor disponibilizado não é cumulativo. “Recebe a parcela referente ao mês que validou o cartão. Se foi na segunda parcela recebe segunda e terceira. Se foi na terceira só a terceira”, explica a secretária. 

Sybil analisa que o programa teve impactos positivos ao proporcionar mais um benefício para famílias atendidas por programas sociais e desempregados. “Dos 6.154 cartões disponibilizados [para Irati] foram entregues 5.097. Desses, 4.095 foram para pessoas inscritas no Cadastro Único para programas sociais e 1.002 para autônomos e desempregados que buscaram o auxílio de forma espontânea. Esta ação é uma parceria do município com o governo do Estado e tem como objetivo prestar auxílio financeiro, um complemento a outros benefícios dando suporte em meio à crise causada pelo Covid-19. Enquanto gestora e acompanhando de perto a execução do programa Cartão Comida Boa tenho certeza que essa iniciativa juntamente com outros suportes a nível federal e municipal tem amenizado os danos e dificuldades que a população vem sofrendo e acredito que a superação se dará através da união do governo municipal, estadual e federal com toda a nossa sociedade”, afirmou.

O empresário Laertes Fedacz, que é proprietário do Mercado Popular, relata que o Cartão Comida Boa auxiliou as famílias necessitadas e também os proprietários dos estabelecimentos, que conseguem atrair novos clientes e manter as vendas no período de pandemia. “O Cartão Comida Boa para nós empresários foi bom e ajudou. Melhor foi para o pessoal que estava esperando para pegar o dinheiro para gastar os R$ 50. Para todo mundo foi bom. Cartão bem prático, rápido de passar e atender o cliente. Nós tivemos a honra de conhecer clientes novos, que não vinham aqui. Única coisa que a gente não vendeu no cartão foi a bebida e o cigarro. Cartão é bem prático. Tira o valor que vai usar pelo QR Code bem rápido”, diz Laertes.

Duas beneficiárias do Cartão Comida Boa, que encaminharam mensagens no WhatsApp da Super Najuá, enalteceram os benefícios do programa. Uma moradora de Teixeira Soares relatou que conseguiu complementar sua alimentação adquirindo verduras, frutas e bolachas, por exemplo. Já a iratiense Rosalina destacou que o cartão é fácil de usar. “Foi muito fácil, só dei o cartãozinho, a senha e fiz a compra que precisava. Muito fácil”.

O auxílio governamental está sendo repassado para pessoas inscritas no Cadastro Único do governo federal e que atendiam requisitos estabelecidos na regulamentação do programa. Também foram contemplados autônomos e microempreendedores individuais que tiveram a renda momentaneamente afetada pela pandemia.

No dia 29 de julho, o secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, afirmou durante sessão da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), que o Governo planeja manter de forma permanente o Cartão Comida Boa.

Segundo informações da Agência Estadual de Notícias, aproximadamente 800 mil pessoas foram beneficiadas com o Cartão Comida Boa. O programa movimentou o comércio dos 399 municípios paranaenses desde abril. Durante esse período, 6.740 estabelecimentos comerciais foram cadastrados para as vendas aos beneficiários do cartão. Os mercados registraram aproximadamente 3 milhões de transações comerciais. Com isso, foram injetados, até agora, cerca de 110 milhões de reais na economia paranaense.