notícias

Sumiço do auxílio: presidente da Caixa explica e orienta

Centenas de milhares de contas digitais do Caixa Tem foram fraudadas e tiveram os benefícios bloqueados
Em Irati, espera por atendimento na Caixa está organizada com distanciamento social. Foto Najuá

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, falou em um vídeo divulgado nas redes sociais sobre os bloqueios de contas com suspeita de fraudes ou com dados incorretos. Centenas de milhares de contas digitais do Caixa Tem foram fraudadas, a maioria por hackers. De acordo com ele, o banco dividiu as contas bloqueadas em dois grupos, que recebem mensagens diferentes pelo app de acordo com o problema identificado. As fraudes, são 51% do total. As inconsistências cadastrais, 49%.
Recentemente a Caixa Econômica Federal bloqueou algumas contas no aplicativo Caixa Tem por dois motivos em especial: suspeita de fraudes e inconsistência no cadastro e esses pontos levaram algumas pessoas as agências para resolver esses questionamentos. 51% dessas contas foram bloqueadas por suspeitas de fraudes. No aplicativo do Caixa Tem vai aparecer para se direcionar a agência de acordo com o dia de pagamento via depósito em conta da próxima parcela. No segundo grupo, 49% das pessoas com as contas bloqueadas, foram por algum tipo de inconsistência no cadastro. Para essas pessoas não há a necessidade de ir às agências. Nós conseguimos resolver digitalmente pelo próprio aplicativo do Caixa Tem.

Pedro Guimarães reforçou que somente o aplicativo Caixa Tem pode pedir o envio de algum documento.
Nenhum outro aplicativo ou e-mail pode pedir este tipo de informação. Nós fizemos isso para reduzir qualquer tipo de fila nas agências. O que nós percebemos é que nas contas com indícios grande de fraude, poucas pessoas estão indo às agências. Para as contas com algum tipo de problemas no cadastro, muitas pessoas estão indo nas agências. Nossa ideia é evitar qualquer tipo de aglomerações, finalizou.