notícias

Santa Casa passa a ser referência para atendimentos de casos de Covid19

Instituição habilitou leitos e passou a ser referência na Central de Leitos do Estado

Provedor da Santa Casa, Ladislao Obrzut Neto, confirmou que o hospital passou a ser referência para casos de Covid-19 junto à Central de Leitos do Estado. Foto: Jussara Harmuch
Paulo Henrique Sava, com informações da Assessoria de Imprensa da Santa Casa

Na última sexta-feira, 17, a Santa Casa de Irati passou a ser referência na Central de Leitos do Estado para atendimento de casos de coronavírus (Covid-19). Segundo o provedor, Ladislao Obrzut Neto, foram habilitados quatro leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e outros quatro leitos clínicos, que já haviam sido implantados há algum tempo e aguardavam a liberação do estado para habilitação.

Com o processo concluído, estes leitos passam a estar disponíveis para pacientes de todo o estado. Caso haja necessidade, o hospital tem condições de abrir mais quatro leitos clínicos, de acordo com o provedor.
Eu já estou pleiteando estes leitos junto ao Governo Estadual, para estarmos ainda mais preparados no enfrentamento ao Coronavírus.
De acordo com a Assessoria de Imprensa da Santa Casa, uma pessoa permanece internada na UTI e outros cinco pacientes estão na enfermaria clínica destinada à Covid-19. Ladislao pede que a população continue fazendo a sua parte e seguindo as recomendações de proteção ao coronavírus. Ele reitera que os espaços disponíveis para toda a população da 4ª Regional de Saúde ainda são escassos e somente com a conscientização de cada um é que se evitará um colapso por falta de leitos.
Eu espero que todos, sem exceção, pensem muito bem para não se aglomerarem, não saírem, aproveitarem para ficar mais em casa e só saírem se houver muita necessidade, é do que nós precisamos. Quatro leitos para uma região como a nossa não é nada, por isto pensem bem. Todas as cidades estão tendo a presença do vírus e estamos atentos a isto. Vamos obedecer as determinações legais dos prefeitos, mas independente disso, faça seu próprio isolamento, fique em casa e não se arrisque. Não é uma ‘gripezinha’ não, mas sim uma doença que pode matar.