notícias

Irati possui número para esclarecer dúvidas sobre saúde

Por meio do número de telefone 0800-591-3690, os munícipes podem receber orientações de qualquer assunto relacionado à saúde. Telefonema não substitui consulta médica
Em participação no programa "Meio Dia em Notícias", médico Cristiano Pinto e professor Cristiano Louro explicaram funcionamento do Disque Saúde implantado em Irati. Foto: Rodrigo Zub
O município de Irati passa a contar com um serviço de “teleconsulta” gratuito. Chamado de Ligue Saúde Cidadão, o serviço oferecerá orientações e esclarecimentos sobre problemas de saúde, por meio do número de telefone 0800-591-3690, disponível 24 horas por dia e nos sete dias da semana.

A ligação não deverá ser atendida por um médico, mas uma atendente irá colher as primeiras informações, fazendo uma triagem, e repassará para um profissional habilitado. O telefonema também não substitui uma consulta médica, nem agenda outras consultas, mas orientará sobre os encaminhamentos que deverão ser feitos pelo paciente.

Confira o áudio da entrevista no fim do texto

O serviço Ligue Saúde Cidadão está sendo disponibilizado por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde de Irati e a empresa ShareCare Brasil. A empresa doou 200 dias de serviço ao município, sem custos ao poder público.

O médico Cristiano Pinto e o professor Donizete Louro estiveram no processo de intermédio entre a empresa e a prefeitura. “É um sistema muito simples que leva ao iratiense toda a tranquilidade e conforto da sua casa quando ele não estiver bem. Por exemplo, há algumas manhãs, noites ou tardes que parece que não estamos bem. Não há necessidade de correr para a um posto de saúde. Hoje você tem um número, um 0800, gratuito de onde estiver, você vai conversar com um enfermeiro, se necessário for com um médico, e eles vão te orientar qual é o melhor caminho ou o que é para você fazer naquele momento”, disse o professor.


O serviço dará orientações em relação a diversos assuntos da saúde, incluindo o coronavírus (Covid-19). Segundo Cristiano, o objetivo é evitar aglomerações nos locais de atendimento à saúde. “Nessa época de Covid-19 é justamente diminuir o contato, diminuir as filas em postos de saúde, diminuir as filas na unidade de pronto atendimento, dentro de consultórios e clínicas, para diminuir o risco de contágio”, comenta.

O número de telefone também pode ser usado por pessoas que estejam em dúvida se possuem algum sintoma de Covid-19. “Hoje se o paciente tiver algum desses sintomas, ele que ligue antes para o Ligue Saúde Cidadão, converse com esses profissionais, porque ele já vai ter uma triagem, uma noção da gravidade do quadro que ele está e vai receber uma orientação profissional, uma orientação concisa do que ele deve fazer”, destaca Cristiano.

Foto: Divulgação
Como funcionará

Ao discar 0800-591-3690, uma atendente ou enfermeiro deverá receber a ligação e pedirá dados de identificação do paciente. Antes de ligar já esteja com as informações preparadas como nome completo, endereço, data de nascimento, CPF e telefone de contato, para facilitar o atendimento.
Após a identificação, o paciente fará o relato das queixas e/ou dúvidas. O atendente ou enfermeiro também poderá fazer algumas perguntas para entender melhor a situação.

Dependendo do relato, o atendente ou enfermeiro poderá realizar diferentes encaminhamentos, verificando se o paciente precisa de atendimento especializado de um profissional médico, seja por telefone ou mesmo presencial, como uma avaliação médica no mesmo dia, avaliação médica posterior ou uma transferência pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). No final da ligação, o paciente receberá algumas orientações sobre aquilo que deve fazer.

Em alguns casos, o serviço da ShareCare também realiza o acompanhamento da evolução dos seus sintomas, entrando em contato por meio do número de telefone fornecido, no dia e hora agendados.
Durante o atendimento, não haverá prescrição de medicamentos, nem encaminhamentos para exames. O paciente poderá ser orientado a procurar equipamentos do Sistema Único de Saúde para realizar esse encaminhamento.

Confira o áudio completo da entrevista