notícias

Estabelecimento é interditado por 15 dias em função de descumprir horário de funcionamento

Ocorrência foi registrada em Rebouças, onde estabelecimentos podem funcionar das 8 às 20 h como forma de combate ao coronavírus
Foto: PM/Divulgação
Um estabelecimento comercial de Rebouças foi interditado por 15 dias em função de descumprir o horário de funcionamento determinado pelo decreto municipal, que visa combater o coronavírus. Policiais militares e funcionários da Vigilância Sanitária estiveram no local para realizar a notificação no domingo, 19.

Em Rebouças, o comércio pode funcionar das 8 às 20 h. Os responsáveis pelos estabelecimentos devem respeitar o distanciamento preventivo de dois metros nas filas e o número de clientes permitidos, que é limitado em 50 pessoas para ambientes grandes e que muda conforme o tamanho da empresa. As vendas na modalidade delivery estão liberadas. Já o toque de recolher continua valendo das 22 h até 6 h do dia seguinte. Em caso de descumprimento das regras, os infratores serão multados.
Mulher afirma que foi agredida pelo ex-namorado
Em Rio Azul, uma mulher foi agredida pelo ex-namorado. A vítima disse que foi na casa do ex para resolver algumas pendências. Na ocasião, eles tiveram um desentendimento. Em um determinado momento, a mulher foi empurrada, teve os cabelos puxados, além de ter sido agredida com socos no abdômen. O homem insistia para que a mulher entrasse em seu veículo. Para se livrar do ex-namorado, a vítima mordeu os braços do agressor e ainda atirou uma pedra no carro.

Após o fato, a vítima foi levada por uma pessoa conhecida até o hospital São Francisco de Assis. No mesmo momento, o homem foi até o Destacamento da PM para relatar que teve uma discussão com a ex-namorada. Segundo a versão dele, a mulher o agrediu com mordidas e danificou as portas do seu carro com uma pedra. Em função das versões diferentes relatadas pelos envolvidos, ambos foram conduzidos para a Delegacia de Rebouças.

Homem tem a moto furtada por pessoa que ele deu carona
Em Imbituva, a PM atendeu duas ocorrências ontem, 19. Na primeira situação, um homem teve a moto furtada de uma pessoa que pegou carona com ele. O proprietário da moto relatou que estava em um bar. Quando saiu do estabelecimento, ele deu carona para um homem que ele não conhecia e nem sabia o nome. Ao chegarem próximo de uma borracharia, o homem que estava na garupa pediu para o condutor parar e deixá-lo naquele local. O autor do furto empurrou o condutor e pegou a moto Honda CG 150 Fan ESI. Ele deixou o local e não foi encontrado até o momento.

Na outra ocorrência, a PM deu apoio aos funcionários da Vigilância Sanitária, a fim de verificar denúncias de aglomerações de pessoas contrariando o decreto municipal para evitar o contágio de coronavírus. Na rua João Lustosa, aproximadamente 50 pessoas estavam participando de um torneio de laço. O responsável pelo evento foi notificado pela Vigilância Sanitária. As demais pessoas foram convidadas para deixarem o local. Já no Parque Ambiental, as equipes de fiscalização também constataram a presença de 50 pessoas. Todas foram convidadas para se retirarem.