notícias

Cinco trabalhadores que atuam no corte de pinus numa mesma área contraem coronavírus

Caso aconteceu no município de Inácio Martins, mas apenas um trabalhador reside na cidade, outros quatro vieram de Campo do Tenente
Inácio Martins registrou 14 casos de coronavírus desde o início da pandemia. Foto: Divulgação
Cinco trabalhadores que atuam na mesma área no corte e reflorestamento de pinus em Inácio Martins foram diagnosticados com Covid-19 na última semana. A informação foi confirmada pelo prefeito Edemétrio Benato Júnior durante live na última sexta-feira, 24. Apenas um deles é martinense. Os outros quatro são de Campo do Tenente e estão na cidade só a trabalho. Todos já foram liberados da quarentena.

O setor de vigilância epidemiológica do município fez a coleta de material para exames RT-PCR, que confirmou os resultados positivos. Conforme Benato, a quantidade de casos em um mesmo local pode ser caracterizada como um pequeno “surto”. Um deles teve sintomas mais graves. Benato enalteceu o trabalho da equipe responsável pelos cuidados contra o coronavírus, que agiu rápido e evitou uma disseminação ainda maior da doença.

A orientação no caso de suspeita de Covid-19 é para entrar em contato com o Posto de Saúde e repassar previamente as informações necessárias. Os telefones são (42) 3667-1180, 3667-1282 (ambos da Unidade Central) e 3667-1163 (setor de regulação municipal).
Não podemos entupir as nossas unidades de saúde. Ninguém quer ir ‘passear’ no posto de saúde, e se vai é porque precisa. Agora, é um problema porque, às vezes, pessoas com os sintomas da doença vão às unidades para consultar, e isto pode causar disseminação. As pessoas estão mais propícias a contrair o vírus dentro das unidades. Se você pode fazer uma ligação telefônica e a enfermeira da sua unidade de referência fala qual deve ser o procedimento, se tiver que agendar para vir à unidade, ótimo. Estava tudo regrado, mas agora parece que estamos fugindo à regra. Ninguém quer te proibir de ir ao posto de saúde, mas sim queremos que você vá apenas em uma situação grave e de emergência. A marcação (de consultas) está funcionando, disse o prefeito na live.
O prefeito ressalta que as pessoas devem se conscientizar sobre a necessidade de realizar os exames para detecção da doença caso apresentem sintomas da infecção.
Gente, pelo amor de Deus, não é questão de vergonha, de simplicidade ou humildade, mas sim de saúde, de necessidade. Tem sintomas? Faz o teste. Se tiver o coronavírus, bloqueia o resto da sua família, não convive com eles porque, se houver alguma pessoa com problemas de saúde ou com idade avançada, você pode perder algum familiar.  

Em todos os casos, se o paciente tiver diagnóstico positivo, ele deve ficar isolado no local onde estava quando fez o teste.
Não pode sequer ir para a sua família. Se estava no convívio de cinco pessoas na mesma casa, vai ficar ali porque, se ele for para sua casa, onde tem seus pais, seus avós e vai conviver com outras pessoas, vai passar o vírus e alguém com comorbidade, como hipertensão, diabetes, problemas coronários, câncer, entre outros, pode vir a falecer, infelizmente. Feito o bloqueio, o convívio vai ter que ser entre as pessoas que estão naquele ambiente.
A prefeitura começará a multar as pessoas que forem flagradas nas ruas, comércio e locais públicos sem a utilização da máscara. Empresários que permitirem clientes sem o Equipamento de Proteção Individual (EPI) em seus estabelecimentos também serão multados e poderão ter o alvará cassado.
Eu quero cuidar da saúde das pessoas e não vou tolerar este descuido. Por favor, sigam as regras, estou pedindo encarecidamente. Na hora que ‘arder no bolso’, já é tarde. Se a Prefeitura e o fiscal cassar um alvará por desrespeito às regras, infelizmente para retomá-lo será muito duro. Cumpram as regras, estou indo com todo o cuidado. Até agora, estamos indo muito bem, mas se tiver desleixo, desregramento, descuido, eu não vou tolerar, e não vai ter o que fazer.
Outros dois casos de pacientes infectados com coronavírus foram registrados nesta terça-feira, 28. Um deles foi um homem, de 29 anos, que teve resultado positivo em um exame RT-PCR. Ele teve contato com outra pessoa infectada. Já o outro martinense contaminado foi identificado através de um teste rápido.

Com isso, a cidade passou para 14 moradores diagnosticados com a doença. Duas pessoas cumprem o período de isolamento e 12 estão recuperadas. Atualmente, 19 moradores aguardam resultados dos exames e 157 foram liberados da quarentena. O número de testes com resultado negativo é de 112, sendo 85 RT-PCR e 27 testes rápidos.

Texto: Paulo Henrique Sava