notícias

Novas regras para controle da pandemia passam a valer em Irati

Prefeito respondeu dúvidas de ouvintes sobre funcionamento de salões de beleza e barbearias nos sábados à tarde e refeições em estabelecimentos após às 18 h 

Da Redação

Em participação no programa "Meio Dia em Notícias", enfermeiro Agostinho Basso e prefeito Jorge Derbli esclareçam dúvidas de ouvintes sobre funcionamento de alguns estabelecimentos após publicação de decreto, que reduziu horário do comércio e de bares

Desde segunda-feira (15), bares e comércio de Irati estão com novos horários de funcionamento em virtude da pandemia de coronavírus (Covid-19). Os horários foram estabelecidos pelo decreto nº 183/2020.

De segunda-feira a sexta-feira, comércio em geral e prestadores de serviços funcionam das 9h às 17h. Nos sábados, das 9h às 13h.

Os bares e similares poderão atender até às 18h, exceto estabelecimentos alimentícios em geral, postos de combustíveis, farmácias e academias.

O decreto determina que os donos de mercados fiscalizem o cumprimento das normas de distanciamento social, uso de máscaras, álcool gel e número reduzido de clientes. Somente uma pessoa por família pode entrar nos estabelecimentos. A entrada de crianças menores de 12 anos está proibida. Os proprietários ficam responsáveis em fiscalizar e manter organizadas as filas de clientes dentro e fora do mercado, respeitando a distância mínima de dois metros.

Conforme o decreto, o transporte público de passageiros foi limitado em 70% da capacidade. Já a concessão do passe livre para idosos fica determinada somente de segunda a sexta-feira, das 9 às 12 h. O benefício não será concedido nos sábados, domingos e feriados. Já os parques, praças e ginásios esportivos públicos foram interditados. A Guarda Municipal está fiscalizando se a população continua utilizando esses espaços. Já o toque de recolher permanece em vigência das 21 h até às 6 h do dia seguinte.


Porém, os novos horários geraram algumas dúvidas nos iratienses. Confira os principais questionamentos respondidos pelo prefeito Jorge Derbli e o enfermeiro Agostinho Basso, que coordena a Sala de Situação de Risco de Covid-19.

Ouça o áudio completo da entrevista no fim do texto

- As lanchonetes, restaurantes e ambulantes (como hamburgueria e cachorro-quente) deverão funcionar somente no sistema de entrega após às 18h?

Prefeito Jorge Derbli: Não. Como lanchonetes, restaurante e ambulantes estão dentro do setor alimentício, eles podem funcionar até às 21h, quando há o toque de recolher. As pessoas podem realizar o consumo dos produtos dentro dos estabelecimentos que seguem as normas de segurança. A exceção são bares que não se enquadram no setor alimentício e por isso devem obedecer o horário de funcionamento das 18h.

- Não se pode fazer refeição dentro de restaurante ou lanchonete depois das 18h?

As refeições podem ser realizadas até às 21h, desde que o estabelecimento respeite as regras de segurança, como o distanciamento de dois metros entre as mesas e estar com a capacidade de público de apenas 40% do local. Após às 21h, as pessoas precisam se deslocar para as suas casas.

- No caso de ser permitido alimentação dentro do estabelecimento à noite, o toque de recolher vale?

Sim. É preciso estar atento ao horário. Os estabelecimentos fecharão suas portas às 21h. Se o consumidor estiver dentro do restaurante, por exemplo, ele terminará sua refeição e irá para sua casa. Não serão admitidos casos em que a pessoa esteja indo para algum estabelecimento neste horário do toque de recolher.

- Crianças até 12 anos estão proibidas de fazer refeições dentro de estabelecimentos como restaurantes e lanchonetes (quer seja de dia ou à noite)?

Não. A proibição da ida de crianças até 12 anos vale apenas para supermercados. Idas à restaurante e lanchonete estão permitidas. A decisão da não circulação de crianças em supermercados se deve à metragem dos estabelecimentos que favorece a aglomeração de pessoas, além da própria movimentação dos consumidores que transitam por todo o espaço do estabelecimento.

- Salões de beleza e barbearias não poderão abrir sábados à tarde?

Não. Os salões de beleza e barbearias seguem os mesmos horários estabelecidos para o comércio. Isto é, aos sábados o horário de funcionamento é das 9 às 13h.



Confira o inteiro teor do novo decreto que entrou em vigor na segunda-feira (15)