notícias

Jovem que trabalhava na colheita de erva-mate morre em Ivaí

Segundo relato de funcionários para a PM, rapaz passou mal depois de ingerir líquido que estava em galão

Da Redação


Foto: PM/Divulgação
Um adolescente que trabalhava na colheita de erva-mate morreu no interior de Ivaí. Segundo informações da Polícia Militar, Vitor Emanuel de Camargo, de 16 anos, deu entrada no hospital Municipal de Ivaí sem os sinais vitais com suspeita de ter ingerido veneno na noite de segunda-feira, 22.

Dois homens relataram que estavam trabalhando junto com o rapaz e outras pessoas na colheita de erva-mate em uma fazenda na localidade de Enxovia Velha. Segundo os trabalhadores, a residência em que eles moram não possui água encanada. Por isso, a água é disponibilizada em galões, que são enchidos periodicamente. Conforme relato dos funcionários para a PM, os recipientes utilizados para a armazenagem da água são semelhantes ao de veneno. Os dois homens ainda disseram que o adolescente acordou durante a noite com sede. Segundo a polícia, o jovem ingeriu o líquido de um dos galões e não se sentiu bem. Por isso, ele foi conduzido ao hospital de Ivaí para receber atendimento médico. Uma enfermeira acionou a PM no início da madrugada de terça-feira, 23, por volta da 0h30. Na ocasião, o menor já havia falecido.

Os funcionários que conversaram com os policiais relataram que não sabiam que no local era armazenado qualquer tipo de defensivo agrícola.



O caso foi repassado para a Polícia Civil de Irati. O Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa recolheu o corpo do adolescente e também o recipiente com o líquido ingerido pela vítima.

Vitor era estudante e residia no bairro Alto da Lagoa, em Irati.