notícias

Irati tem 31 casos em investigação de coronavírus

Município já registrou três casos da doença, sendo que um paciente se recuperou e dois permanecem em casa cumprindo período de isolamento

Da Redação


Boletim Epidemiológico da secretaria de Saúde de Irati. Foto: Divulgação
O Departamento de Vigilância Epidemiológica de Irati atualizou os dados do boletim municipal de coronavírus (Covid-19) na noite desta quinta-feira, 4. A cidade já registrou três casos da doença, sendo que um paciente se recuperou e dois permanecem cumprindo período de isolamento domiciliar. São 31 pessoas em investigação aguardando resultado do exame laboratorial.

O número de iratienses que apresentaram sintomas gripais e receberam atendimento médico é de 351. Desses, 135 casos foram descartados por critério Clínico-Epidemiológico. Dos 216 testes realizados, 182 apresentaram resultado negativo. 31 moradores estão sendo investigados e aguardam resultado.

Alterações no boletim Epidemiológico de Irati

A secretaria de Saúde informa que ocorreram alterações no boletim Epidemiológico Municipal em função da complementação de uma Nota Técnica da Secretaria de Estado da Saúde (SESA). A determinação ampliou os grupos que devem realizar o teste rápido para pesquisa de anticorpos contra a Covid-19. Desde 11 de março, todas as pessoas que foram notificadas com síndrome gripal e não realizaram o exame pelo método RT-PCR (Transcrição reversa seguida de reação em cadeia da polimerase), deverão realizar o teste rápido sorológico.

“O objetivo é conhecer aproximadamente o período pelo qual o vírus começou a circular, e também trazer um panorama ampliado no número de casos confirmados em Irati. Portanto, haverá uma redução no número de casos descartados por critério clínico-epidemiológico e, em contrapartida, o aumento do número de casos descartados por critério laboratorial e/ou no número de casos confirmados”, indica a secretaria de Comunicação Social da Prefeitura de Irati.

Situação em outros municípios da 4ª Regional

Em outros municípios da região, Rebouças teve três casos confirmados de coronavírus. Dois pacientes já estão curados e um segue em recuperação. O município apresenta nove casos suspeitos, 39 monitorados e 29 descartados. Em Teixeira Soares, três pessoas estão aguardando resultado do exame laboratorial. Dezenove casos estão em monitoramento e 13 descartados com resultado negativo do exame. Nenhum morador de Teixeira Soares foi infectado com Covid-19.

Em Mallet, os dois pacientes diagnosticados com a doença já se recuperaram. São dois malletenses monitorados e 30 casos descartados. Já em Rio Azul, o último boletim divulgado na quarta-feira, 3, mostra cinco pessoas que apresentaram sintomas suspeitos e aguardam resultado do exame, 12 casos monitorados e 20 descartados.

Em Rebouças, já foram confirmados três casos de coronavírus desde o início da pandemia. Foto: Divulgação

Rio Azul tem cinco pessoas aguardando resultado do exame. Foto: Divulgação


Primeiro óbito foi registrado em Fernandes Pinheiro

Nesta quinta-feira, 4, foi registrado o primeiro óbito em decorrência do coronavírus na área de abrangência da 4ª Regional de Saúde. O morador de Fernandes Pinheiro, de 49 anos, faleceu no hospital Universitário Regional dos Campos Gerais, em Ponta Grossa.

Em nota de esclarecimento postada em sua página no Facebook, a prefeitura de Fernandes Pinheiro informou que não divulgará dados de pacientes ou familiares que tiverem diagnóstico positivo para Covid-19. “Ressaltamos que o paciente que veio a óbito, um senhor de 49 anos, após apresentar os sintomas relativos à doença, foi testado e o resultado foi positivo. Devido a confirmação, todos as medidas foram tomadas seguindo os procedimentos recomendados para velório e demais trâmites em casos de óbito por Covid-19. Ressalta ainda a importância de se manter em distanciamento social, e de serem tomadas todas as medidas de prevenção pela população. O momento pede responsabilidade e o comprometimento de todos os moradores em fazer a sua parte para que Fernandes Pinheiro possa vencer o coronavírus”, diz um trecho da nota.

A prefeita Cleonice Schuck também reforçou o pedido para que as pessoas cumpram as medidas sanitárias. “Porque sabemos que a nossa população continua fazendo eventos se aglomerando e saindo na rua sem máscara. Queremos pedir nesse momento, o máximo de conscientização, cuidado e prevenção. Sigam as orientações da nossa secretaria de Saúde. Nós precisamos prevenir essa doença é séria, está aí, não sabemos onde e não sabemos com quem. Por isso a prevenção é o melhor remédio. Contamos com a colaboração de todos. Ao sair de casa use a sua máscara”, solicita.

Teixeira Soares ainda não teve casos de Covid-19. Foto: Divulgação

Em Mallet, os dois pacientes diagnosticados com a doença se recuperaram. Foto: Divulgação


Paraná e Brasil registram maior número de mortes em um dia

O Informe Epidemiológico da SESA divulgado nesta quinta-feira, 4, registrou 327 novos casos e dez óbitos de coronavírus. Foi o maior número de mortes registrado em um único boletim, desde as primeiras ocorrências no Estado, em 23 de março.  Em 81 dias, 215 pessoas morreram por causa da doença no Paraná. Já são 5.820 diagnósticos positivos. Uma criança, de 5 anos, foi a pessoa mais nova que faleceu. Já a mais velha tinha 95 anos. A média de idade dos paranaenses que morreram é de 67,2 anos. A maioria dos casos que evoluiu para óbito é de homens, com 141 ocorrências, representando 66% do total.

Os dez novos óbitos ocorreram entre o dia 1º e 3 de junho. São seis mulheres e quatro homens, com idades que variam entre 37 e 84 anos. São 317 pessoas internadas com Covid-19, sendo que 232 estão em leitos SUS (85 em UTI e 147 em leitos enfermaria) e 84 em leitos da rede hospitalar privada (33 em UTI e 51 em leitos enfermaria).

O Paraná registra 264 municípios com pelo menos um caso de coronavírus. Os óbitos foram registrados em 79 cidades.

O Brasil teve 1.473 mortes confirmadas em 24 horas. Os dados apontam, pelo terceiro dia consecutivo, o maior número contabilizado no período. No total, o País contabiliza 34.039 mortes e 615.870 casos confirmados da doença.