notícias

Irati deverá ganhar mais ciclofaixas e ciclovia

Objetivo é contemplar bairros Rio Bonito, Nhapindazal e Vila São João com acessos até o centro de Irati

Karin Franco, com reportagem de Jussara Harmuch


Parque Aquático de Irati agora conta com um espaço delimitado para que os ciclistas possam trafegar. Foto: Jussara Harmuch 
A prefeitura de Irati deverá aumentar o número de ciclofaixas e ciclovias no município. O projeto possui quatro eixos que ligam o centro do município, na região da rua Doutor Munhoz da Rocha, com os bairros, que depois serão integrados para facilitar o uso pelos ciclistas.

O projeto contempla ciclofaixas e ciclovias nos bairros Rio Bonito, Nhapindazal e duas na Vila São João, sendo que uma passará atrás da empresa Yazaki, no trecho da Avenida Getúlio Vargas.

Os projetos estão prontos desde fevereiro, mas a pandemia do coronavírus atrasou a tramitação para a busca de recursos para as obras. “Como vários projetos que estávamos realizando, tivemos que dar uma parada para ver o que iria surgir de pandemia, qual seriam os próximos encaminhamentos. Mas o projeto está pronto e acredito que a primeira fase, uma das ciclovias, no mês de agosto ou setembro, nós possamos implementá-la”, disse o secretário de Planejamento e Coordenação de Irati, João Almeida Junior.


A primeira que deve ser implementada é uma ciclofaixa em direção ao Rio Bonito, ligando a região da Munhoz da Rocha até o Parque Aquático. O trajeto deverá começar na Rua da Liberdade, seguir a linha do trem, passando a Avenida Perimetral João Stoklos, até chegar próximo ao estádio Coronel Emílio Gomes. De lá, próximo à rotatória, segue em direção ao Fórum Eleitoral, para depois ligar com ciclovias que já foram inauguradas no Parque Aquático.

Nesta ciclofaixa, serão usados tachões e pinturas para delimitar o trajeto. “Nós pegaríamos uma via que já está estruturada, uma via que já tenha uma parte toda do lado de estacionamento, onde nós possamos tirar que não atrapalhe a parte comercial da cidade”, disse.

A estimativa é que os projetos de ciclofaixas para os bairros Rio Bonito e Nhapindazal tenham um investimento de R$ 200 mil. O investimento poderá ser feito com recursos próprios.

Vila São João

De acordo com o secretário, o projeto prevê a construção de uma ciclovia na Vila São João que ligue a rua Trajano Grácia com a BR 153, até o Parque São João, que será finalizado até o fim do ano.
Porém, o projeto precisa ser analisado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) que autorizará o tipo de travessia que poderá ser feito na BR 153. O planejamento da prefeitura é usar um sinal para ciclistas ou uma passarela, o que poderá triplicar os custos do projeto.

Segundo o secretário, o projeto poderá ter um investimento de até R$ 1,5 milhão. “Já na BR 153, é um projeto um pouco maior. Nós vamos ter que buscar recursos fora, tanto no Governo Estadual quanto no Governo Federal para implementar por causa da complexidade da obra”, disse.

Outra questão da BR 153 é que havia um problema com a faixa de domínio. O DNIT alegava que quem havia construído na faixa de domínio de 25 metros poderia ser processado. O município de Irati conseguiu há mais de um mês diminuir a faixa de domínio para 5 metros. Com isso, o município conseguiu ter um espaço para construir a ciclovia.