notícias

Comitê Estadual confirma morte de morador de Mallet por Covid-19

Óbito de homem, de 60 anos, estava em investigação desde o dia 14 de junho. Morte foi contabilizada no Informe Epidemiológico da SESA desta quinta-feira, 25

Da Redação

Vista aérea de Mallet. Foto: Prefeitura de Mallet/Divulgação
O Comitê Estadual de Investigação de Óbitos do vírus Sars-CoV-2, causador da Covid-19, confirmou que um morador de Mallet, de 60 anos, morreu por complicações causadas pela infecção. O falecimento foi contabilizado no Informe Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (SESA) divulgado nesta quinta-feira, 25.

A vítima morreu no dia 14 de junho no hospital Regional Camilo, em União da Vitória. No mesmo dia, ele foi incluído no boletim estadual como uma das pessoas que faleceu por conta do coronavírus. Porém, ele foi retirado do Informe Epidemiológico do dia seguinte por apresentar suspeita que tivesse ocorrido em função de outros problemas de saúde. O paciente era considerado do grupo de risco, pois já havia realizado uma cirurgia cardíaca.



O homem que morava no Distrito de Rio Claro do Sul, no interior de Mallet, foi diagnosticado com a doença no início de maio. No dia 2 daquele mês, ele apresentou dificuldades para respirar e procurou seu médico em União da Vitória para uma consulta de rotina. Logo em seguida, ele foi internado no hospital Regional São Camilo, em União da Vitória. “Ele era um paciente que tinha plano de saúde e procurou o seu médico de referência. Por isso, ele foi tratado no hospital Regional, através da 6ª Regional de Saúde. Na época, o cardiologista internou ele no hospital. Foi testado e teve resultado positivo”, disse a secretária de Saúde de Mallet, Lorena Soares, durante entrevista ao repórter Valdir Wladyka, da Rádio Studio W, no dia 15 de junho.

Após permanecer uma semana hospitalizado, o homem recebeu alta e retornou para sua residência, onde cumpriu período de 14 dias de isolamento. Depois de finalizada a quarentena, o morador de Mallet chegou a ser incluído no boletim da SESA como um caso recuperado de Covid-19. Porém, ele teve complicações cardiológicas alguns dias depois. Por esse motivo, ele procurou novamente seu médico e foi internado pela segunda vez em União da Vitória. O segundo internamento teve duração de 19 dias culminando com sua morte no dia 14 de junho.

Com a inclusão do óbito do morador de Mallet no Informe Epidemiológico da SESA, a 4ª Regional de Saúde registra quatro mortes pelo vírus Sars-CoV-2. As outras vítimas moravam em Imbituva, Fernandes Pinheiro e Teixeira Soares. Duas mulheres e dois homens faleceram em decorrência da doença na região.