notícias

Casa é atingida com disparos de arma de fogo em Fernandes Pinheiro

Proprietário encontrou duas munições no local. Ninguém foi atingido pelos disparos

Da Redação


Foto: Rádio Najuá-Arquivo
Uma casa foi atingida com dois disparos de arma de fogo em Fernandes Pinheiro na noite de sábado, 6. O proprietário do imóvel disse que ouviu o barulho de um vidro quebrando na área de serviços por volta das 22 h. Ao verificar o que havia ocorrido, o morador constatou que sua residência foi alvo de tiros.

Um dos disparos acertou o vidro da porta. O homem encontrou duas ponteiras de munição aparentemente de calibre 22. Ele saiu da casa para tentar localizar o autor dos disparos, mas não conseguiu encontrá-lo. A Polícia Militar foi acionada e realizou buscas nas proximidades. Entretanto, ninguém foi localizado.

Homem esfaqueado

Ainda em Fernandes Pinheiro, um homem foi esfaqueado na rua Orlando Fernandes da Cruz. Ele sofreu ferimentos no rosto, braço e teve uma perfuração na região dorsal. Segundo informações apuradas pela PM, o autor das agressões e a vítima consumiram bebidas alcoólicas juntos. Em um determinado momento, eles se desentenderam. Em seguida, o agressor pegou uma faca de lâmina pequena e esfaqueou a vítima. Depois do fato, ele deixou o local. Policiais realizaram buscas, mas não encontraram o autor das agressões.



Briga em família

Já em Teixeira Soares, uma mulher foi atingida com golpes de facão. A ocorrência foi registrada na tarde de sábado, 6, na rua Souza Naves. Um homem relatou que teve um desentendimento com seu padrasto, que tentou atingi-lo com o facão. Para se defender, o rapaz pegou um pedaço de madeira. Com isso, houve troca de agressões físicas. A mãe do jovem tentou intervir para separá-los, mas acabou sendo ferida na confusão. Um dos envolvidos no desentendimento sofreu ferimentos no rosto e na orelha e estava sangrando, conforme a PM. Ele relatou que os ferimentos foram ocasionados em função da briga com seu enteado. Todos foram encaminhados para o hospital de Teixeira Soares para receberem atendimento médico e realizarem o laudo de lesões corporais. Ninguém teve interesse de representar criminalmente. Por isso, eles foram orientados sobre os procedimentos a serem adotados.

Desentendimento em festa

Em Rebouças, a PM atendeu duas ocorrências. Na rua João Vieira da Luz foi registrada uma briga após uma festa de aniversário no fim da tarde de sábado, 6. Um dos envolvidos causou danos na casa de outra pessoa. Um familiar tentou acalmar a situação e foi agredido com mordidas e arranhões. Em função da confusão generalizada, todos foram encaminhados para a sede do 2º Pelotão, onde assinaram o Termo Circunstanciado. Na sequência, eles foram liberados.

Homem detido após descumprir medida protetiva

Já na madrugada de domingo, 7, um homem foi detido após descumprir uma medida protetiva e comparecer na casa da ex-mulher na rua Lourival de Oliveira. O morador foi encaminhado para a Delegacia.

Ocorrências em Irati

Em Irati, um homem arrombou a porta de uma casa na Rua Pedro Dubas.  O suspeito tentou furtar o botijão de gás da residência. Porém, o proprietário do imóvel acordou e conseguiu evitar o furto.

Na rua Expedicionário José de Lima, um morador relatou que havia som alto e algazarra no início da madrugada de sábado, 6. A responsável foi orientada e solicitada que o barulho fosse encerrado. Além disso, foi solicitado que as pessoas presentes se retirassem.

Em outra ocorrência, um homem com mandado de prisão em aberto foi detido no bairro Lagoa. A PM abordou dois homens na esquina da Avenida Noé Rebesco com a Rua Rio Amazonas. Eles não portavam objetos ilícitos. Porém, foi constatado que um deles possuía um mandado de prisão em aberto. Por isso, ele realizou o laudo de lesões corporais e foi entregue na Delegacia.

Aparelho de som e alto-falante são apreendidos

Em Imbituva, uma ocorrência de perturbação de sossego foi registrada na rua Luiz Francisco de Mattos. Uma mulher relatou que seu vizinho estava com o volume excessivamente alto. Além disso, a moradora disse que o homem estava ouvindo músicas inapropriadas, principalmente pelo fato dela possuir filhos menores de idade. Entretanto, o homem disse que não estava ouvindo música em volume alto e que não era proprietário da casa e nem do aparelho de som.

Uma mulher se apresentou como responsável pela residência. Ela disse que era filha do proprietário. Como a denunciante demonstrou interesse de representar, o aparelho de som e o alto falante foram apreendidos. Os envolvidos na ocorrência foram encaminhados para a sede do 3º Pelotão para assinarem o Termo Circunstanciado.

Denúncias de aglomerações de pessoas

Também em Imbituva, equipes da Rádio Patrulha e da Rotam prestaram apoio a Vigilância Sanitária na verificação de bares que estariam atendendo clientes com as portas fechadas descumprindo decreto municipal, que estabelece medidas de combate ao coronavírus. Algumas pessoas foram notificadas. Em uma residência foi constatada a presença de aproximadamente 15 pessoas. O responsável foi identificado pela equipe da Vigilância Sanitária.