notícias

1º caso de Covid-19 em Rio Azul é de jovem assintomático

Somente as cidades de Guamiranga e Teixeira Soares não registraram casos de coronavírus na 4ª Regional de Saúde. Nos outros sete municípios, Imbituva teve 35 diagnósticos da doença, Irati (7), Inácio Martins (6), Rebouças (3), Mallet (2), Rio Azul (1) e Fernandes Pinheiro (1)

Da Redação


Imagem registrada por drone mostra a Praça Tiradentes, no centro de Rio Azul. Foto: Prefeitura de Rio Azul/Divulgação
Na manhã de hoje, 8, a prefeitura de Rio Azul registrou o primeiro caso de coronavírus (Covid-19). O jovem, de 23 anos, diagnosticado com a doença teve uma dor de garganta leve em apenas um dia e permanece em casa sendo monitorado pela secretaria Municipal de Saúde, conforme relatou a Enfermeira do setor de Epidemiologia, Guaraciane Gembaroski Calliari, em vídeo gravado no facebook da prefeitura.

“Essa pessoa é jovem, 23 anos, saudável, o único sintoma que se queixou foi uma dor de garganta leve, duração de um dia somente. Tomou um medicamento, melhorou e está bem. Fomos fazer a visita na casa já queria voltar até a trabalhar, pois está se sentido bem. Não teve febre, então todos aqueles sintomas que nós vínhamos falando febre, falta de ar, dificuldade respiratória essa pessoa não teve nada. Teve só uma dorzinha de garganta leve. Já estamos tomando as medidas, levantando contatos, os familiares, quem mora junto, já isolando todo mundo”, disse Guaraciane. Segundo ela, a secretaria de Saúde ainda vai avaliar os pacientes para decidir se os contatos da pessoa infectada têm necessidade de coletar o material para o exame laboratorial.



No mesmo vídeo, o prefeito Rodrigo Solda solicitou a compreensão da população para respeitar as medidas sanitárias e de distanciamento social para evitar a contaminação. “Não existe vacina, não existe medicamento eficaz comprovadamente. Cada organismo reage de uma forma. O nosso primeiro caso em Rio Azul, o problema foi que é uma pessoa saudável assintomática e que foi contaminada pelo vírus. Então desta forma temos transmissão comunitária aqui. Uma hora ou outra isso ia acontecer, mas esse é um momento para gente reforçar as medidas e se cuidar mais. Além de ser invisível, ele pode afetar de forma aleatória qualquer pessoa que pode possuir esse vírus e passando para quem não tem imunidade suficiente para enfrentá-lo. É essa a questão. Para quem acha que não precisa usar máscara, para quem acha que pode se expor e ter contato com pessoas que não se sabe de onde veio, onde esteve anteriormente, evitem mais do que nunca. Só se exponham se for necessário e inadiável”, recomenda Rodrigo.

A secretária de Saúde, Rosane Popovicz Schirlo, também pede que os moradores cumpram as medidas de prevenção ao contágio. “A gente vê fim de semana lanchonete cheia, nos mercados as pessoas estão levando criança faz dias que estamos pedindo para o pessoal usar a máscara, sair só o necessário, sair só uma pessoa da família e tomar os cuidados de higiene. A questão da prevenção e seus cuidados. Evite sair de casa. Fim de semana não é hora de sair em lanchonetes, bares, se aglomerar, fazer reuniões e churrascos. Não é o momento. A gente tem um caso e com os passar dos dias vai surgir vários outros. A população deve ter consciência da realidade e da situação nesse momento”, salienta Rosane.

Panorama na 4ª Regional

Somente as cidades de Guamiranga e Teixeira Soares não registraram casos de coronavírus na 4ª Regional de Saúde. Nos outros sete municípios, Imbituva teve 35 diagnósticos da doença, Irati (7), Inácio Martins (6), Rebouças (3), Mallet (2), Rio Azul (1) e Fernandes Pinheiro (1). Esse último paciente morreu no dia 4 de junho no Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais, em Ponta Grossa. Conforme informações das secretarias municipais de Saúde, Imbituva tem 34 recuperados, Inácio Martins (5), Irati, Rebouças e Mallet (2). Desta forma são nove casos ativos, sendo cinco em Irati e um em Rebouças, Rio Azul, Inácio Martins e Imbituva. Treze amostras estão em análise, de acordo com o Informe Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (SESA). São oito casos em investigação em Irati, um em Guamiranga, Inácio Martins, Rio Azul, Rebouças e Teixeira Soares.