notícias

Congelamento de subsídios pelos próximos quatro anos vira assunto na Câmara

Discussão prevê congelamento dos subsídios de vereadores, secretários, prefeito e vice a partir da próxima legislatura

Mesa Diretora. Foto Assessoria da Câmara de Itrati
Da redação

Durante a sessão da Câmara de Irati realizada na última terça-feira, 26, os vereadores iratienses discutiram a possibilidade de congelar os subsídios dos parlamentares que forem eleitos para a próxima legislatura (2021-2024). Além disso, a intenção é que não haja reajuste também para os secretários municipais, prefeito e vice a partir da próxima gestão.

O tema foi abordado pelo vereador Rogério Kuhn (PV) durante a Palavra Livre. Ele alega que o congelamento é necessário porque, após a pandemia de coronavírus, o Brasil entrará em uma recessão profunda, que pode durar alguns anos. Isso, segundo o parlamentar, terá reflexos nos salários dos trabalhadores tanto do setor público quanto da iniciativa privada, que poderão ser reduzidos. 

Também poderá ocorrer diminuição de horas trabalhadas e aumento de pessoas desempregadas, por exemplo. Por esse motivo, Kuhn solicita que os próximos legisladores e prefeito sejam “controladores e gestores de caixa”. 
Sugiro que comecemos a debater e a pensar em um congelamento dos nossos subsídios [salários] pelos próximos quatro anos. É apenas uma sugestão que eu trago aqui, não é demagogia política, mas sim um dever nosso como cidadãos de prestar uma contrapartida, já que o setor privado vai sofrer, os salários irão baixar, para o setor público já está decretado um ano e meio a dois de congelamento de salários. Nada mais justo que o setor político dar o seu exemplo, e pode começar em uma Câmara de Vereadores do Paraná, do Brasil e subir para as esferas estadual e federal.
Rogério Kuhn (PV) colocou o assunto em discussão durante a sessão da Câmara da última terça-feira, 26. Foto: Arquivo Najuá


Marcelo Rodrigues (PSDB), líder do prefeito na Câmara e presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Casa, afirmou que a matéria já está sendo analisada. 
Nós temos conversado com os demais vereadores em relação à fixação dos subsídios de vereadores, secretários municipais, vice-prefeito e prefeito para a próxima legislatura. Temos que, antes da eleição, fixar e aprovar a lei municipal. Tendo esta pandemia e a crise que o nosso País vem passando, no nosso entendimento achamos melhor congelar os subsídios, não aumentando para dar a resposta que a sociedade nos cobra. Desta forma, é uma sugestão da Comissão de Finanças e que levaremos à Mesa Diretora, para que ela possa acatar esta ideia e congelarmos os subsídios dos cargos de todos os cargos dos agentes públicos do município de Irati.
Depois da análise da Comissão de Finanças e Orçamento, a proposta deve ser encaminhada para a Mesa Diretora antes de ser colocada em votação pelos parlamentares. 


Marcelo Rodrigues (PSDB), presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara, afirmou que a comissão está analisando congelamento de salários dos vereadores, prefeito, vice e secretários de Irati. Foto: Assessoria Câmara