notícias

São João do Triunfo e São Mateus do Sul registram 1º caso de Covid-19

Morador de São João do Triunfo foi diagnosticado com a doença em outro Estado. Já o caso positivo de São Mateus do Sul foi contraído durante internamento em Hospital de Maringá

Da Redação


Boletim da secretaria de Saúde de São João do Triunfo divulgado nesta terça-feira, 26. Foto: Divulgação
Mais dois municípios da região confirmaram casos de coronavírus (Covid-19) nesta terça-feira, 26. Conforme Informe Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (SESA), São Mateus do Sul registrou o primeiro paciente infectado. São João do Triunfo também divulgou que um morador foi contaminado.

Segundo nota publicada no Facebook da Prefeitura de São João do Triunfo, a contaminação ocorreu fora do município, pois a pessoa diagnosticada com a doença exerce sua atividade profissional em outra cidade. O homem, que não teve a idade divulgada, retornou hoje ao município depois de ser submetido ao exame laboratorial que apresentou resultado positivo. O paciente não apresentou sintomas da doença e está em isolamento domiciliar.

“Após a informação do resultado do exame, a Secretaria Municipal de Saúde, através da equipe de Estratégia de Saúde da Família e técnicos da Vigilância Epidemiológica iniciaram o monitoramento do paciente e seus familiares, passando orientações para cumprimento do isolamento domiciliar a ser realizado por 14 dias”, informa a prefeitura de São João do Triunfo.



O município também esclarece que o caso ainda não foi contabilizado no boletim da SESA, pois o diagnóstico ocorreu em outro estado. “Reiteramos que o município não apresenta contaminação comunitária, mas todas as medidas de prevenção devem ser adotadas pelos munícipes. Deve-se, obrigatoriamente, ser observada a prática do distanciamento social, observadas as medidas preventivas pelo comércio, bem como observada a recomendação da necessidade de uso massivo de máscaras”.

São João do Triunfo pertence a 3ª Regional de Saúde com sede em Ponta Grossa. Conforme dados da secretaria Municipal de Saúde, dois moradores que tiveram amostras de sangue coletadas apresentaram resultado negativo no exame laboratorial. Por outro lado, três pessoas diagnosticados com problemas respiratórios leves estão sendo monitorados em seus domicílios pelas equipes de saúde do município. São João do Triunfo também contabiliza 35 casos descartados.

Em São Mateus do Sul, uma mulher, de 47 anos, foi diagnosticada com Covid-19. Ela contraiu a doença durante um internamento no Hospital Psiquiátrico de Maringá, onde realiza um tratamento de saúde não relacionado ao coronavírus. Na semana passada, a instituição da região Norte do Estado foi interditada depois de sete pacientes e 17 funcionários testarem positivo para a doença.

São Mateus do Sul tem dez moradores em isolamento domiciliar aguardando resultado do exame laboratorial. São cinco homens com idades de 21, 28, 39, 44 e 50 anos e cinco mulheres de 18, 36, 72, 80 e 87 anos sendo investigadas. O município também apresenta 34 casos monitorados em quarentena e 73 descartados com resultado negativo do exame. Vinte e oito testes rápidos realizados em profissionais da saúde e da segurança pública apresentaram resultado negativo. Desde o mês de março, a secretaria de Saúde de São Mateus do Sul atendeu 729 pessoas que tiveram síndromes gripais e respiratórias. Os atendimentos realizados nas unidades de saúde do município compreendem o período de 1º de março até 25 de maio.

A secretaria de Saúde de São Mateus do Sul informa que o município mudou a forma de divulgação dos dados de coronavírus atendendo determinações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde (SESA) a partir desta terça-feira, 26. “Neste novo modelo de boletim serão informados os testes rápidos realizados no Sistema Único de Saúde (SUS) e aqueles realizados de forma particular no município. Também será informado semanalmente o número total de pacientes que procuraram as Unidades de Saúde do município desde o dia 01/03”.

Boletim da secretaria de Saúde de São Mateus do Sul passou a contabilizar número de testes rápidos realizados e de atendimentos com síndromes gripais e respiratórias. Foto: Divulgação