notícias

PRF e Guarda Municipal localizam mais de 1 tonelada de maconha em assoalho de ônibus

Dois fuzis também foram encontrados no ônibus. Motorista já foi flagrado transportando grandes quantidades de drogas em outras duas oportunidades

Da Redação

Policiais rodoviários e Guardas Municipais contaram com auxílio de cães farejadores para localizar as drogas no ônibus. Foto: PRF
Dois fuzis calibres 5.56 fabricados nos Estados Unidos e 1.744 quilos e 200 gramas de maconha foram apreendidos na BR-277, em Irati, no início da tarde de segunda-feira, 4, por volta das 12 h. As armas e drogas foram localizadas em um ônibus de turismo que saiu de Foz do Iguaçu com destino a cidade de Itapema/SC.

Confira o vídeo da apreensão da droga no fim do texto

O veículo foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Após desconfiar do nervosismo do motorista, único ocupante do ônibus, os policiais acionaram o Grupo de Operações com Cães Farejadores da Guarda Municipal de Irati. Foram localizados dois compartimentos ocultos, no assoalho do ônibus, sob parte das poltronas. Além dos fuzis, foram encontrados quatro carregadores. Já os tabletes da droga estavam envolvidos por uma camada de pó de café, o que não foi suficiente para despistar o faro dos cães.

O condutor, de 32 anos, foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal, em Ponta Grossa.
O crime de tráfico de drogas tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão. Já o de tráfico internacional de armas de fogo prevê pena de oito a 16 anos. O período de reclusão aumenta em 50% se a arma for de uso restrito, caso dos dois fuzis.


A quantidade de maconha apreendida (superior a uma tonelada) foi a maior já realizada pela PRF nas regiões Centro-Sul e Campos Gerais. No ranking estadual de 2020, essa apreensão foi a terceira mais expressiva. A maior ocorreu em Palotina, no dia 17 de abril, quando 8,2 toneladas da droga foram apreendidas, em um depósito.

Segundo a PRF, o motorista do ônibus já havia sido abordado com grandes quantidades de drogas em rodovias paranaenses. Em setembro de 2012, ele foi preso em Santa Maria do Oeste (PR) com cinco toneladas e 400 gramas de maconha em um caminhão. Já em agosto de 2017, o homem foi flagrado conduzindo um carro roubado, que possuía cerca de 500 quilos de drogas, em São José dos Pinhais. As duas ocorrências foram atendidas pela Polícia Civil.