notícias

Carga de papéis recicláveis se desprende de caminhão na BR-277

Houve derramamento da carga que atingiu outro caminhão. Acidente não teve vítimas

Da Redação


Acidente na BR-277, em Guarapuava, não teve vítimas. Foto: PRF/Divulgação
Uma carga de papéis recicláveis se desprendeu de um caminhão Mercedes Benz Atron 2324 que transitava na BR-277, em Guarapuava, na manhã de quarta-feira, 27. O derramamento da carga ocorreu quando o motorista transitava sentido Curitiba-Laranjeiras do Sul, no quilômetro 347, no perímetro urbano da rodovia.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a carga também atingiu um caminhão Mercedes Benz LS 1634. A pista em direção a região Oeste do Estado foi interditada parcialmente por 20 minutos. Porém, não houve necessidade de paralisar o trânsito. Os veículos transitaram pela pista contrária, acostamento e uma via marginal que dá acesso a um posto de combustíveis. O acidente não teve vítimas.

A PRF atendeu outros acidentes na região na terça-feira, 26. Na BR-153, em Rio Azul, foi registrada uma colisão transversal entre dois carros no trevo de acesso principal ao município. Os veículos envolvidos foram um Fiat Uno, com placas de Rio Azul, e um GM Captiva, de Jaraguá do Sul/SC.
Conforme a PRF, o motorista do Captiva seguia sentido Rio Azul-Irati, quando o condutor do Uno tentou realizar uma conversão à esquerda e obstruiu sua passagem. Com isso, foi registrada a colisão transversal. Os dois condutores realizaram teste do bafômetro com resultado negativo para ingestão de álcool.


Os ocupantes do Uno receberam atendimento da ambulância do município e foram levados para o hospital São Francisco de Assis, em Rio Azul, com ferimentos leves. Já o condutor do Captiva não se feriu. O carro não apresentava pendências e foi liberado ao proprietário. Já o Uno foi recolhido ao pátio da PRF por ausência de responsável.

Ocupantes de Uno ficaram feridos em colisão transversal no trevo de acesso ao município de Rio Azul. Foto: PRF/Divulgação
Já em Ponta Grossa, uma condutora colidiu em um caminhão que estava estacionado entre o acostamento e a faixa de domínio da BR-376, na tarde de terça-feira, 26. Segundo a PRF, a mulher que conduzia um veículo GM Corsa não tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
A motorista justificou que teve sua passagem obstruída por um caminhão. Para desviá-lo, a mulher disse que tentou utilizar a pista da direita e acabou se deslocando para o acostamento, onde bateu no caminhão. O condutor do caminhão não estava no local no momento da colisão, mas compareceu após ser avisado. A mulher, de 29 anos, sofreu ferimentos graves e foi encaminhada ao Pronto-Socorro de Ponta Grossa.

De acordo com os policiais, o motorista do caminhão foi autuado por estar estacionado no acostamento, o que é proibido, exceto em situações de emergência. O GM/Corsa foi recolhido ao pátio da PRF devido a infrações de trânsito e pelo fato da condutora não possuir habilitação. Ela não realizou o teste do bafômetro em função da gravidade dos ferimentos.

“A PRF orienta que os condutores evitem estacionar nos acostamentos, exceto em situações de emergência. [A corporação] Lembra ainda que dirigir veículo automotor sem habilitação gerando perigo de dano configura crime”, diz a PRF em publicação em seu grupo de divulgação de ocorrência no WhatsApp.

Em Ponta Grossa, condutora atingiu caminhão que estava estacionado no acostamento da BR-376. Foto: PRF/Divulgação

Não houve necessidade de interditar rodovia em função de acidente em Guarapuava. Foto: Divulgação