notícias

Unicentro promove consulta pública sobre aulas à distância durante pandemia

Medida poderá ser adotada se houver a aprovação de acadêmicos, professores e diretoria da universidade


Questionário sobre possibilidade da adoção de EaD durante a pandemia deve ser respondido por professores e acadêmicos da Unicentro. Foto: Reprodução Google Forms
Da Redação, com informações da Coordenadoria de Comunicação Social da Unicentro

A UNICENTRO iniciou nesta terça-feira, 07, uma consulta pública sobre a possibilidade de adotar o sistema de aulas em EaD – Educação à Distância – durante o período da pandemia do novo Coronavírus.

Segundo a Coordenadoria de Comunicação Social da universidade, os professores receberam um questionário sobre o assunto por e-mail. Os estudantes podem acessá-lo pelo Google Forms. É necessário informar o número do Registro Acadêmico (RA) antes de responder as perguntas. Quem ainda não retirou o documento pode solicitá-lo pelos e-mails atendimentoonlinediapsantacruz@gmail.com (Campus Santa Cruz), atendimentoonlinediapcedeteg@gmail.com (Campus CEDETEG) e atendimentoonlinediapirati@gmail.com (Campus Irati).

“É importante consultar os estudantes porque eles são os principais afetados no que diz respeito ao ensino e à qualidade das atividades acadêmicas. Então, nada mais justo do que ouvir os atores principais da nossa instituição, saber se eles têm condições, estrutura, vontade, desejo de participar dessas atividades para depois, posteriormente, os conselhos superiores tomarem a decisão, a melhor decisão, mas pautada na opinião dos nossos estudantes”, avalia o vice-reitor da Unicentro, professor Ademir Fanfa Ribas.

A reitoria espera que os questionários auxiliem os Conselhos de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) e de Administração (CAD) a tomar uma decisão sobre as aulas e o calendário da instituição.

“Na nossa última reunião do Cepe e do CAD, os conselheiros sempre comentavam em consultar, consultar seus pares, etc. Como o objetivo da reitoria é sempre pelo diálogo, tomamos a decisão de que seria importante ouvir os acadêmicos, também ouviremos os professores, para levar até a reunião conjunta Cepe/CAD. Eu, particularmente, acho que é importante a gente ouvir, mas essa decisão é dos conselheiros do Cepe e do CAD, não é da Reitoria. São os conselheiros do Cepe e do CAD que tomarão essa decisão sobre suspensão de calendário ou sobre a adoção de atividades não presenciais, caberá a cada um dos conselheiros do Cepe e do CAD decidir sobre isso”, comentou o professor Fábio Hernandes, reitor da Unicentro.



Os conselhos voltam a se reunir virtualmente no início da próxima semana para definir o encaminhamento da questão. Momentaneamente continuam suspensos os encontros presenciais e a utilização dos espaços como laboratórios e salas de aula.

A adoção do sistema EaD está sendo estudada com base na Deliberação 01/2020, do Conselho Estadual de Educação, que permite que as aulas presenciais sejam substituídas por atividades feitas à distância, no caso de disciplinas teóricas.

“Desde que as aulas presenciais foram suspensas – decisão conjunta tomada na reunião do Cepe e CAD, isso no mês de março -, a gente da universidade vem trabalhando na busca de alternativas para a sequência das atividades, dentre elas a ampliação do uso da EaD para toda a universidade. É claro que ampliar a EaD para aplicação em todas as disciplinas teóricas dos nossos cursos requer, também, uma verificação da legalidade disso junto ao Conselho Estadual de Educação, uma vez que nem todos os PPCs dos cursos têm a previsão da EaD. Então, durante os últimos dias, foram tratadas das questões jurídicas desse processo junto aos órgãos competentes. Mas esse não é o único ponto. Além da questão jurídica, achamos importante coletar informações junto ao corpo discente e docente da instituição sobre o uso da EaD. Não adianta receber o aval jurídico se os alunos não tiverem como acessar as plataformas de atividades para a educação não presencial. Da mesma forma não adianta aval jurídico e alunos dispostos senão houver corpo docente em condições de administrar suas aulas a distância. É um conjunto que precisa ser analisado, cuidadosamente, antes de uma tomada de decisão”, pontuou a pró-reitora de Ensino da Unicentro, professora Karina Beckmann.

Para o professor Valter Martins, do curso de História do campus Irati, apesar de não ser novidade na universidade, adotar o sistema EaD em caráter emergencial pode ajudar a diminuir o prejuízo dos estudantes no campo educacional durante a pandemia. “Seria uma maneira de diminuir o prejuízo no campo educacional, porque prejuízo teremos em todos os campos. É inevitável com essa epidemia”, frisou.