notícias

Numape orienta mulheres vítimas de violência por telefone e chamadas de vídeo

Atividades presenciais do Núcleo Maria da Penha foram suspensas em virtude das medidas de isolamento social de controle ao coronavírus

Rodrigo Zub

Equipe do Numape auxilia mulheres vítimas de violência doméstica. Foto: Divulgação
As atividades presenciais do Núcleo Maria da Penha (Numape) estão suspensas desde o dia 23 de março por conta das medidas de controle ao coronavírus. Em razão das determinações do governo estadual e municipal, reitoria da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro) e órgãos de saúde, a entidade passou a realizar atendimentos psicológicos através de chamadas de vídeo e orientações por telefone para mulheres em situação de violência.

As atividades dos bolsistas e dos profissionais estão sendo realizadas de forma remota (Home Office). O telefone para contato é 9-9904-1423. Informações também podem ser repassadas nas redes sociais (Facebook e Instagram) do projeto. “Entendemos que a violência doméstica precisa continuar a ser combatida mesmo em período de isolamento social. Portanto, todas as mulheres que precisarem deverão entrar em contato, seja para orientações ou atendimento psicológico ou jurídico”, ressalta a coordenação do Numape.


Oito profissionais prestam atividades no Núcleo Maria da Penha de Irati. São eles: Coordenadora: Professora Kátia Alexsandra dos Santos; Orientadora de Direito: Professora Fernanda Bugai; Psicólogas Izabel Cristina Soares e Bianca Zarpellon; Advogado Jonathan Sasse; Estagiárias de Psicologia Mônica Karpinski e Fernanda Sabei; Estagiária de Direito Camila Bukowski.

“Os atendimentos podem ser agendados de segunda a sexta-feira das 8 às 18 h, mas tem plantão pelo celular para a pessoa ser encaminhada para o serviço que precisar se for no final de semana”, explica a coordenadora do Numape, a professora Kátia Alexsandra dos Santos.