notícias

Irati tem quatro casos de Covid-19 em investigação, conforme Secretaria Municipal

Boletim da SESA indica apenas dois casos em investigação e 32 casos descartados na cidade

Da Redação


Boletim do Setor de Epidemiologia mostra número de casos de coronavírus notificados em Irati até terça-feira, 14. Até agora, município não tem casos confirmados da doença. Foto: Divulgação

O Boletim do Setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde de Irati, desta terça (14), indica que há quatro casos suspeitos de Covid-19 em investigação no município. Segundo o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (SESA), atualizado às 17h20 desta terça (14), são apenas dois casos suspeitos e 32 já descartados, com total de 34 notificações. Os dois novos casos devem entrar no próximo boletim da SESA.

Pelo boletim municipal, dos 37 casos suspeitos testados, 33 já foram descartados por critério laboratorial e quatro aguardam resultados de exames. Outros 72 casos suspeitos foram descartados por critério clínico-epidemiológico. Ao todo, 109 casos suspeitos foram notificados no município, que segue sem nenhum caso confirmado.


Segundo o boletim do Estado, a 4ª Regional de Saúde de Irati, com abrangência de nove municípios, continua sendo a única a não ter registro de casos confirmados para Covid-19. A região já descartou 63 casos suspeitos: Irati (32); Fernandes Pinheiro (3); Guamiranga (1); Imbituva (8); Inácio Martins (2); Mallet (2); Rebouças (7); Rio Azul (7) e Teixeira Soares (1).

Em Ponta Grossa, na 3ª Regional, foi confirmado um novo caso – a sexta confirmação desde o início da pandemia. Guarapuava, na 5ª Regional, permanece com apenas um caso positivo e outros 124 descartados. O boletim da secretaria de Saúde de Guarapuava mostra que são 78 casos descartados com exame negativo, quatro pessoas estão sendo investigadas e aguardam resultado de exame, 120 moradores monitorados em isolamento domiciliar e 117 liberados do isolamento. Em União da Vitória, na 6ª Regional, são três casos confirmados desde o início da pandemia, além de 56 casos suspeitos já descartados e mais oito que seguem em investigação.

Paraná

Os primeiros seis casos de Covid-19 foram confirmados no Paraná, pela SESA, em 12 de março. Dados atualizados no final da tarde de terça-feira (14) apontam 803 casos já confirmados, dos quais 12 são de pacientes oriundos de outros estados: seis de São Paulo (SP); um de Brasília (DF); um de Niterói (RJ); um de Campinas (SP); um de Barra do Turvo (SP); um de Mafra (SC) e um de Natal (RN), que veio a óbito.

Ao todo, foram notificados 7.813 casos, incluídos os 12 de pacientes de fora do estado. Foram descartados 6.779 casos suspeitos e 231 aguardam resultados de exames. Já foram registrados 39 óbitos no Estado – um destes foi da paciente de Natal (RN). Curitiba concentra a maior parte dos casos confirmados: 302 ou 37,6% das 803 confirmações. Também é o município com mais óbitos (7), seguido de Maringá (5), Campo Mourão (4) e Londrina (4)
.
Seis novos óbitos foram registrados no boletim da SESA de terça-feira (14): um homem de 70 anos, em Pato Branco (7ª RS); uma mulher de 71 anos, em Campo Largo (2ª RS); um homem de 80 anos em Curitiba (2ª RS); uma mulher de 64 anos, em Pinhais (2ª RS); uma mulher de 40 anos, em Paranavaí (14ª RS) e um homem de 52 anos, em Guaíra (20ª RS).

Continuam internados 126 pacientes: 74 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e outros 52 em leitos clínicos. No Paraná, 134 pacientes foram liberados do tratamento. O dado não inclui os números do município de Curitiba que, por ter a maior quantidade de casos confirmados no Estado, possui, consequentemente, o maior número de pacientes já recuperados.

Brasil

O Ministério da Saúde informou que ocorreram 204 novos óbitos em 24 horas, segundo dados atualizados às 14h de terça-feira (14). Nesse boletim, o Paraná ainda aparecia com 36 mortes confirmadas – outras três foram confirmadas até o final da tarde. O País já registrou 1.532 mortes por Covid-19, o que representa 6,1% de taxa de mortalidade entre os 25.262 casos confirmados.

O número de óbitos cresceu 15% de segunda (13) para terça (14), com o registro de 204 mortes. Os 1.832 casos confirmados nesse intervalo de 24 horas representaram incremento de 8%. O estado de São Paulo concentra 37% dos casos confirmados de Covid-19 no País (9.317), ou quase 12 vezes o número de casos registrados no Paraná. O número de mortos, 695, corresponde a 45,3% dos óbitos em todo o Brasil causados pela doença (1.532) e a quase 18 vezes o número de mortes confirmadas no Paraná.

O Rio de Janeiro é o segundo estado em número de casos confirmados (3.410). O governador fluminense, Wilson Witzel, está entre os casos confirmados. O estado concentra também o segundo maior número de óbitos: 224. O Ceará tem o terceiro maior número de casos confirmados – 2.005, mas é o quarto em número de óbitos – 107. Pernambuco tem 115 mortos entre os 1.284 casos confirmados (5º em número de pacientes infectados).

Helder Barbalho, governador do Pará, também comunicou nesta terça (14), que seu teste confirmou positivo para Covid-19. O estado do Norte do país tem 323 casos confirmados e registrou 19 óbitos.