notícias

Irati tem dois casos em investigação de coronavírus

JARDIM DA PAZ
Duas pessoas aguardam resultados dos exames do Lacen. Município não tem casos confirmados de Covid-19, conforme secretaria Municipal de Saúde

Rodrigo Zub


Boletim Epidemiológico da secretaria de Saúde de Irati divulgado na segunda-feira, 21. Foto: Divulgação
Segundo dados divulgados pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica de Irati, o município tem dois casos em investigação de coronavírus. A secretaria Municipal de Saúde informa que não há casos confirmados de Covid-19, conforme algumas pessoas haviam relatado nas redes sociais.

Os dois pacientes suspeitos aguardam resultados dos exames do Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen/PR). Até terça-feira, 21, Irati já havia notificado 120 casos suspeitos de coronavírus. Setenta e cinco foram descartados por critério clínico-epidemiológico. Dos 45 testes realizados, 43 tiveram resultado negativo.

A secretaria de Saúde esclarece que os casos notificados se referem a todas as pessoas com casos de síndromes gripais (SG) e que receberam atendimento médico. Os casos descartados por critério clínico-epidemiológico acontecem nas situações em que a pessoa é diagnosticada com Síndrome Gripal, mas que não apresentava sintomas de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e nem histórico de viagem ou de contato próximo com caso confirmado laboratorialmente para COVID-19.


Os moradores que realizam exame laboratorial são aqueles que apresentaram sintomas de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou que possuem histórico de viagem ou de contato próximo com caso confirmado laboratorialmente. Por esse motivo são coletadas amostras para realização de testes laboratoriais, que ficam prontos em aproximadamente uma semana. Esse prazo pode variar conforme a demanda. Os testes são realizados pelo Lacen ou outros laboratórios credenciados. Os testes com resultado negativo são considerados casos descartados por critério laboratorial. Já os casos em investigação enquadram os cidadãos que fizeram os testes, mas aguardam os resultados dos exames.

4ª Regional continua sem casos confirmados de Covid-19

Além de Irati, os outros oito municípios da 4ª Regional de Saúde (Imbituva, Guamiranga, Teixeira Soares, Fernandes Pinheiro, Rio Azul, Mallet, Rebouças e Inácio Martins) seguem sem casos confirmados de coronavírus. A 4ª Regional é a única do Estado que ainda não registrou pessoas infectadas. A partir de sexta-feira, 17, a Secretaria de Estado da Saúde (SESA) alterou a forma de divulgação dos casos notificados no Paraná. Desta forma somente os casos confirmados, óbitos e pacientes recuperados constam no Informe Epidemiológico. Por isso, não há nenhuma informação sobre os nove municípios da 4ª Regional de Saúde no boletim estadual.

Estado tem 1.025 pessoas infectadas e 53 óbitos

No Paraná são 1.025 pessoas diagnosticadas com a doença e 53 óbitos, sendo 11 em Curitiba, sete em Londrina, cinco em Maringá, quatro em Campo Mourão, três em Cascavel, duas em Campo Largo, Paranaguá, Apucarana e Paranavaí e uma nos municípios de Arapongas, Bandeirantes, Campina da Lagoa, Cianorte, Guaíra, Iretama, Ivaiporã, Jussara, Manoel Ribas, Pato Branco, Pinhais, Primeiro de Maio, Quatiguá, Santa Fé e Santa Mônica. O levantamento da SESA não contabiliza outras duas mortes registradas ontem, 21, em Curitiba. Com isso, o número de mortes sobe para 55. O Estado registrou 24 novos casos e quatro mortes em Curitiba. As vítimas tinham 73, 75, 85 e 93 anos, respectivamente. De acordo com a SESA, 107 cidades paranaenses já registraram ao menos um caso do novo coronavírus.

O Estado registra ainda outros 14 casos de pessoas que moram em outros estados, mas testaram positivo para a doença no Paraná. São cinco moradores de São Paulo, um de Brasília/DF, um de Niterói/RJ, um de Campinas/SP, um de Mafra/SC, um de Barra do Turvo/SP, um de Farroupilha/RS, um de Piedade/SP, um de Registro/SP e um de Natal/RN. Esses dois últimos morreram em decorrência da doença. Por outro lado, 439 pacientes que tiveram diagnóstico de coronavírus já se recuperaram, sendo 239 no interior e 210 em Curitiba.

A secretaria considera recuperados os pacientes que estão assintomáticos após 14 dias do surgimento dos primeiros sintomas da doença.

A SESA informou ainda que excluiu do levantamento cinco casos contabilizados em Londrina, que foram descartados após teste positivo em um laboratório particular.

Além disso, um caso que havia sido registrado em Londrina foi transferido para Maringá. Outro diagnóstico confirmado no Rio Grande do Sul foi transferido para o Pinhão.