notícias

Governo implanta sistema Aula Paraná em todo o estado

Iniciativa da Secretaria de Estado da Educação visa oportunizar aulas à distância para estudantes das escolas públicas durante a pandemia do Coronavírus


Programa lançado pelo Governo do Paraná transmite aulas para alunos do Ensino Fundamental (6º a 9º anos) e do Ensino Médio pela TV ou internet. Imagem: Divulgação SEED
Paulo Henrique Sava

A Secretaria de Estado da Educação (SEED) lançou na última semana o programa Aula Paraná. A iniciativa visa manter o processo de ensino e aprendizagem ativo enquanto durar a crise causada pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). A proposta foi aceita pelo Conselho Estadual de Educação com 17 votos favoráveis e apenas 1 contrário.

As aulas estão sendo transmitidas pelo YouTube e na TV aberta em multicanais da RIC, afiliada da Rede Record no Paraná. Em Irati, aulas dos estudantes de 6º e 8ºs anos são exibidas no canal 8.2; as dos 7º e 9ºs anos no canal 8.3 e as do Ensino Médio no canal 8.4.

As aulas no Youtube e na TV são transmitidas nos mesmos horários. A grade e os links para as aulas estão disponíveis no site da SEED e nas páginas do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Irati e das escolas. 

Nos próximos dias, a secretaria irá disponibilizar o aplicativo Aula Paraná. Através dele, além de acompanhar as aulas, o estudante poderá interagir com professores e colegas através de um chat. O aplicativo não consumirá pacotes de dados porque a SEED está providenciando a compra destes junto às operadoras de telefonia móvel. Através do app, o aluno poderá registrar sua presença nas aulas. 

Alunos que não têm acesso à internet ou TV digital, poderão pegar os textos nas escolas. O material foi enviado em PDF para que os diretores das escolas imprimam as cópias e os estudantes as levem para casa. Os exercícios propostos deverão ser entregues nas próprias escolas assim que o retorno das aulas for autorizado. A organização da entrega dos materiais cabe a cada diretor escolar. “ O diretor escolar irá organizar a entrega destes materiais para evitar aglomerações no dia da entrega da merenda escolar ou de acordo com cada escola devido ao decreto que nós temos do Covid-19”, comentou o chefe do NRE de Irati, Marcelo Fabrício Chociai Komar.

O professor fala sobre a importância deste sistema para a educação paranaense. “Estes aplicativos são de extrema importância para que os alunos possam ter seus conteúdos transmitidos via TV e internet e que também eles não fiquem alojados em suas casas sem atividades escolares. É uma preocupação muito bacana por parte do Governo do Estado, sensibilizado com os pais e famílias que precisam que os filhos estejam estudando. É uma grande possibilidade para que possamos passar por esta fase ruim do coronavírus e estarmos novamente no ambiente presencial e regular de ensino”, frisou. 

As disciplinas que estão sendo ofertadas compõem a base nacional comum. No total, 25 aulas estão distribuídas durante todos os dias da semana. 

O professor avalia que esta é uma medida de extrema necessidade para atender os alunos paranaenses e não deixá-los sem atividades escolares neste período de pandemia. “A preocupação do Governo do Estado é constante para que eles possam ter acesso às informações, ao conhecimento e à cultura, mesmo que à distância, e serem inseridos na educação, no processo de ensino-aprendizagem”, reforçou. 



Mesmo com dificuldades, estudante acompanha aulas pelo Youtube

A estudante Isabela Carla Francos, de 18 anos, aluna do curso de Formação de Docentes do Colégio Estadual Antônio Xavier da Silveira está enfrentando dificuldades para registrar presença, mas está acompanhando as aulas pelo Youtube. “Sei que não é uma substituição do ensino presencial, mas entendo que, neste momento, é uma maneira de estar conectado ao processo de ensino-aprendizagem, sempre pensando em aumentar e melhorar meus conhecimentos”, avalia. 

Gerenciamento

A Secretaria também fechou uma parceria com o sistema de gerenciamento Google Classroom, voltado para as escolas. Nele, os alunos encontrarão a descrição das aulas, links para documentos e materiais extras publicados pelos professores. Neste local, também poderão ser disponibilizados links para o Google Forms, onde serão colocadas perguntas e enquetes, e do Youtube com as aulas já transmitidas. O sistema está em fase final de implantação. 

Estudantes do Ensino Médio que trabalham e não conseguem liberação das empresas para acompanhar as aulas ao vivo poderão assisti-las depois pelo Youtube e fazer as atividades. A SEED está estudando a possibilidade de reprisar à noite o material do Ensino Médio nos canais abertos. 

Aulas presenciais seguem suspensas por tempo indeterminado

A Secretaria lembra que as escolas somente serão reabertas quando a situação for considerada segura pelas autoridades sanitárias.