notícias

Fernandes Pinheiro passa a distribuir atividades para alunos realizarem em casa

Pais poderão retirar os conteúdos nas escolas. Professores também vão entregar apostilas nas residências nos casos que os familiares não tiverem condições de retirar o material nas instituições

Lenon Diego Gauron, com edição de Rodrigo Zub

Imagem ilustrativa
Em entrevista à Najuá, a prefeita de Fernandes Pinheiro, Cleonice Schuck (PSD), relatou que a partir desta segunda-feira, 20, a secretaria Municipal de Educação vai passar a disponibilizar apostilas das atividades que serão repassadas aos alunos no período de pandemia do coronavírus (Covid-19) em virtude da suspensão das aulas presenciais por tempo indeterminado.

A orientação é para que os pais retirem os conteúdos nas escolas. Os responsáveis que não tiverem condições de comparecer nas instituições devem comunicar a direção para que os professores entreguem os materiais nas residências dos estudantes. “O pais irão para a escola buscar as atividades. Os professores, então, vão fazer uma apostila de atividades para a semana, os professores estarão dois dias na escola e nos outros dias estarão à disposição durante o horário que seria como se estivessem em sala de aula, à disposição dos pais ou dos alunos para a orientação”, explicou Cleonice.

Os professores e demais profissionais da educação receberam treinamento para saber como se comportar para evitar aglomerações de pessoas nas escolas. “As escolas estão se organizando bem com o treinamento dos diretores e da equipe pedagógica e entrando em contato com os pais para iniciar essa distribuição de material. Cada dia com uma turma para que não haja aglomeração de pais também. Os pais que têm alunos em mais de uma série poderão ir e pegar de uma só vez [as atividades] para todos os filhos. E esse trabalho está sendo bem divulgado pela direção da escola, pela equipe pedagógica, mas mesmo assim, os pais podem estar entrando em contato com a escola, pois a maioria delas têm grupos de pais no WhatsApp, e também podem estar ligando para a diretora, que eles estarão explicando bem como é que o trabalho vai funcionar”, destacou.

Segundo a prefeita, a medida também será implantada com alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) e da APAE. “Para as crianças da pré-escola, que não há cobrança dos dias letivos, também serão enviadas as atividades, assim como para as crianças do CMEI, onde as professoras já estão se mobilizando, pois elas querem estar interagindo com as crianças e mandando atividades para que elas não percam atividades e para que também se sintam acolhidos e lembrados nesse tempo em que estão em casa. A nossa APAE já começou o trabalho e está enviando vídeos para os alunos e também vão estar nessa forma de trabalho, enviando atividades para os alunos sendo distribuídas [na escola], assim como em grupos de WhatsApp ou pelo telefone”, relata Cleonice.

Os professores têm essas crianças no coração e as crianças da mesma forma, então essa relação entre professores e alunos é muito importante

A prefeita comentou ainda que as atividades contarão como dia letivo, não precisando os alunos reporem aulas aos sábados, por exemplo, futuramente. “Serão como reposição de aulas e, por isso, a necessidade dos pais buscarem as atividades, pois eles vão precisar assinar um protocolo informando que eles receberam o material. As crianças irão fazer essas atividades em casa, e quando o pai trouxer novamente a atividade para a escola para pegar a atividade da próxima semana, será avaliado pelo professor e contará como dia letivo. Então, a criança que não fizer as atividades terá falta. Se houver alguma mudança por parte do Governo do Estado ou do Governo Federal, a gente estará comunicando aos pais e mudando”, esclarece a prefeita.

Dúvidas a respeito da aplicação das atividades podem ser esclarecidas no WhatsApp ou telefone das escolas.