notícias

Diocese de Ponta Grossa altera celebrações da Semana Santa

Bispo diocesano sugere que Lava Pés seja feito em família, em casa.

Dom  Sérgio sugere que este ano, o Lava Pés seja celebrado em família. Foto: PASCOM/Diocese de Ponta Grossa
Da Redação, com informações da PASCOM/Diocese de Ponta Grossa

Por conta da pandemia do Coronavírus (Covid-19), a Diocese de Ponta Grossa irá promover algumas alterações nas celebrações da Semana Santa já a partir deste fim de semana, seguindo orientações de decretos emitidos pela Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos da Igreja Católica. A principal alteração será a não celebração da Missa do Crisma, que anualmente é realizada na manhã da Quinta-Feira Santa com a presença do bispo Dom Sérgio Arthur Braschi e dos padres da Diocese. Esta será transferida para uma outra data a ser definida. 

Lava Pés em família

Já a celebração da Instituição da Eucaristia será mantida, mas sem a realização do tradicional Lava Pés, uma vez que a missa será realizada sem a presença do público. Cada fiel deve acompanhar a celebração das missas nas redes sociais das paróquias. 
Dom Sérgio solicita que cada fiel realize o Lava Pés em família. “Este gesto, logo após a Palavra de Deus, tem o objetivo de nutrir e recordar a doação e o amor fraterno que devemos viver como ‘Igreja e Família de portas abertas na cultura urbana’”, diz a nota publicada nas redes sociais da Diocese. Logo após a celebração, haverá uma breve exposição do Santíssimo Sacramento, mas sem a realização de procissão. 

Domingo de Ramos

Em documento enviado aos padres da Diocese, o bispo faz algumas recomendações a respeito das demais celebrações. No domingo de Ramos, celebrado amanhã, 05, não será feita a tradicional bênção dos ramos. Dom Sérgio sugere que cada fiel coloque um ramo na porta de sua residência para simbolizar a participação da família na vida da Igreja. Em Irati, a Rádio Najuá transmitirá as celebrações das 08 horas, direto da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro pela Najuá FM 106,9, e das 10 horas ao vivo da Igreja Matriz Nossa Senhora da Luz pela Super Najuá 92,5.

Sexta-Feira Santa

Já a tradicional celebração da Sexta-Feira Santa, 10, às 15 horas também terá transmissão pelas redes sociais das paróquias e pelos meios de comunicação sem a presença da comunidade nas igrejas. Neste dia, será incluída uma oração em favor dos que sofrem com o Coronavírus. A adoração da Santa Cruz será limitada aos sacerdotes. Pede-se aos fiéis que coloquem uma cruz e a imagem de Nossa Senhora em um altar dentro das residências no momento desta celebração.

O 25º Teatro da Paixão e 4º Teatro da Ressurreição de Cristo, que seria realizado na Sexta-Feira Santa no Estádio Municipal Abrahm Nagib Nejm, será adiado para uma outra data. 



Sábado Santo e Vigília Pascal

Já a celebração do Sábado Santo, a Vigília Pascal, será feita nos horários tradicionais e, assim como as demais, deve ser acompanhada pelos fiéis de suas residências. Neste dia, os padres não farão o acendimento do fogo e nem a procissão inicial da celebração. Acende-se apenas o Círio Pascal e depois segue a proclamação da Páscoa e a liturgia da palavra. Dom Sérgio sugere que cada família coloque um pano branco sobre a cruz, que deve ser retirado no momento do canto do Glória.
No mesmo dia, acontece a renovação das promessas do batismo. Cada fiel deve acender uma vela neste momento. 

Domingo de Páscoa

No Domingo de Páscoa, as celebrações da Ressurreição de Cristo serão transmitidas nos horários programados pelas paróquias. Neste dia, as missas da Paróquia Perpétuo Socorro e da Igreja Matriz Nossa Senhora da Luz terão transmissão das rádios Najuá FM e Super Najuá. “Acompanhe a Celebração Eucarística por meio das transmissões ao vivo. Seja um sinal da Páscoa de Nosso Senhor Jesus Cristo realizando a confraternização familiar, rezando e agradecendo pela vitória de Cristo sobre o pecado e a morte”, diz a nota publicada nas redes sociais da Diocese.

Celebrações seguem sem fiéis durante o tempo pascal

A suspensão da presença dos fiéis nas igrejas será mantida também durante os 50 dias do tempo pascal. “Desse modo, mesmo vivendo o “distanciamento social” que nos é imposto, somos convidados a fazer a experiência da Ressurreição, que é a força vital indestrutível, transmitida àqueles que por Ele esperam, transformando o medo em alegria e esperança, na certeza de que tudo será superado, graças à presença do Ressuscitado entre nós”, ressaltou, em nota, o bispo diocesano.

“Sendo assim, convidamos a todos os fiéis que, na medida do possível, acompanhem e participem remotamente de todas as celebrações realizadas na Paróquia, implorando a força de Deus para todos, especialmente para os idosos, enfermos e profissionais da saúde. Não deixemos de lado a Oração e a escuta da Palavra de Deus, que são os meios que nos unem a Deus e possibilitam a experiência de estarmos próximos de todos, especialmente dos nossos familiares, em nossa casa, construindo sempre mais a Igreja Doméstica”, finalizou a nota.

Cancelamento de outras celebrações

Dom Sérgio também determinou o cancelamento por tempo indeterminado das datas de ordenações diaconais, visitas pastorais, reuniões, crismas e outras celebrações agendadas.