notícias

Rebouças adota medidas de contenção ao Coronavírus

Entre elas, estão o fechamento do comércio e a colocação de barreiras em dois trevos de acesso à cidade, que também adotou toque de recolher

Da redação


Equipes da Vigilância em Saúde, da Defesa Civil e da Prefeitura Municipal fazem barreiras nas entradas de Rebouças. Foto: Rádio Alvorada

O município de Rebouças adotou medidas de contenção ao Coronavírus nesta semana. Uma delas foi o fechamento do comércio reboucense por 7 dias. O decreto entrou em vigor à zero hora de ontem, 24, e tem validade até segunda-feira, 30.
O decreto não atinge serviços considerados essenciais, como supermercados, mercados, farmácias, distribuidores de alimentos e medicamentos e o setor financeiro (bancos e cooperativas).
No decreto, a prefeitura estabeleceu limites de clientes por estabelecimento. Bancos podem receber apenas um cliente por atendente; supermercados e mercados podem atender até 8 pessoas por guichê ou caixa; farmácias e outros estabelecimentos, como açougues e panificadoras, podem atender apenas um cliente por vez em cada caixa ou guichê.
“Devem ser observadas as regras de higienização, controle de acesso e proporção de clientes e atendentes, enfim, é uma série de regras para o funcionamento dos setores considerados essenciais”, frisou o prefeito Luiz Everaldo Zak.
Após o término do período de 7 dias, a Prefeitura irá analisar a necessidade de prorrogação do decreto.
Indústrias
O Executivo também recomendou que as indústrias parassem suas atividades durante 7 dias. No entanto, a adesão dos empresários deste setor foi parcial, pois apenas uma fábrica de móveis aderiu à recomendação. “Facultamos o funcionamento, desde que sejam observadas as regras de higienização, de espaço e segurança para os trabalhadores”, comentou o prefeito.
Restrição de acesso
Rebouças também está restringindo o acesso à cidade pelos trevos principal e de acesso a Rio Azul. Nestes dois locais, equipes da Polícia Militar, da Vigilância em Saúde e da Defesa Civil do município estão prestando orientações para evitar que pessoas de outros municípios que estejam contaminadas possam entrar no município. O acesso está liberado apenas no trevo do meio. “É um trabalho que está sendo bem feito, a população está nos ajudando e aderindo”, frisou.
Toque de recolher
No período da noite, a Prefeitura adotou toque de recolher entre 19 horas e 06 horas da manhã, com objetivo de tirar as pessoas das ruas. “Estamos adotando estas medidas restritivas. Sabemos do impacto disto na economia, mas é necessário. Talvez não conseguiremos evitar que o vírus chegue e nos contamine, mas pelo menos estamos fazendo um esforço, um sacrifício para evitar a curva do pico de casos e o colapso do sistema de saúde. Estamos trabalhando desta maneira, agindo com calma e equilíbrio, restringindo mas também tomando todas as cautelas e buscando preservar a saúde e evitando quebrar as nossas empresas, o que traria um caos financeiro e econômico terrível no futuro”, pontuou Zak.
A prefeitura também iniciou a pulverização das ruas da cidade com água sanitária. A limpeza está sendo feita em locais onde há maior fluxo de pessoas.
Comitê da crise
Em decreto publicado na tarde de ontem no diário oficial eletrônico, o município de Rebouças instituiu um Comitê de Crise para auxiliar no combate à pandemia do COVID-19, composto por membros da Defesa Civil e dos poderes Executivo e Legislativo. Eles trabalharão em conjunto com as igrejas, a Associação Comercial e outras entidades através de aplicativo ou meio eletrônico. Reuniões presenciais somente serão realizadas em situações imprescindíveis. O comitê terá a responsabilidade de orientar o Executivo sobre as decisões a serem tomadas no enfrentamento ao Coronavírus. Qualquer cidadão reboucense pode solicitar participação voluntária no Comitê junto à Prefeitura.
Rebouças tem 3 casos suspeitos
Segundo o boletim divulgado no fim da tarde de terça-feira, 24, pela Secretaria de Estado da Saúde, Rebouças tem 3 casos suspeitos de COVID-19. Irati é o município da 4ª Regional de Saúde (RS) com maior concentração de casos, com 27 suspeitos. Imbituva (9), Mallet (6), Fernandes Pinheiro (5), Inácio Martins (1), Teixeira Soares (1) e Rio Azul (1) também têm casos suspeitos do Coronavírus.
Na área da 5ª Regional, Guarapuava tem 12 casos suspeitos, seguido de Pinhão (2), Palmital (1), Prudentópolis (1), Pitanga (1) e Turvo (1) também tiveram casos.
Ivaí (5) e São João do Triunfo (1), pertencentes à 3ª RS de Ponta Grossa, estão entre os municípios que apresentaram casos suspeitos. Na 6ª Regional, tiveram registros de suspeitas os municípios de São Mateus do Sul (7), Cruz Machado (4), General Carneiro (3) e União da Vitória (1).