notícias

Número de casos descartados de COVID-19 sobe para 3 em Irati

Município ainda tem 41 casos em investigação. Um caso em Fernandes Pinheiro e um em Imbituva também foram descartados, conforme boletim da SESA

Rodrigo Zub
Imagem do centro de Irati registrada no Morro da Santa. Foto: Amilton Ferreira

Mais dois casos suspeitos de coronavírus (COVID-19) que haviam sido registrados em Irati foram descartados, conforme boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA) no início da noite desta quarta-feira, 25. Com isso, já são três exames que tiveram resultado negativo da doença.
Um caso suspeito de Fernandes Pinheiro e um de Imbituva também foram descartados. Já o número de casos suspeitos em Irati saltou de 27 para 41. Em Imbituva, a quantidade de casos investigados também aumentou de nove para 29. Já em Fernandes Pinheiro foram registradas mais cinco notificações. Nos outros municípios da 4ª Regional de Saúde, Mallet tem 21 casos suspeitos, Rio Azul (8), Rebouças (5), Teixeira Soares (2) e Inácio Martins (1). Até agora, nenhum caso de coronavírus foi confirmado na região.
Na 3ª Regional de Saúde, Ponta Grossa subiu de um para três casos confirmados da doença. A cidade ainda tem 29 casos descartados e 46 em investigação. Ivaí segue com quatro pacientes em investigação e São João do Triunfo com um.
Na 5ª Regional de Saúde, Guarapuava apresenta dois exames com resultados negativos e 24 em investigação. Prudentópolis tem dois casos suspeitos. Pitanga tem quatro notificações, Palmital e Pinhão duas; e Turvo e Marquinho um caso suspeito.
A 6ª Regional de Saúde também conta com três casos descartados, sendo dois em São Mateus do Sul e um em União da Vitória. São Mateus do Sul registra outras sete notificações e União da Vitória soma 13. Cruz Machado e General Carneiro tem cinco casos em investigação.

Casos no Paraná

Conforme o boletim da SESA, o Paraná registrou 27 novos casos de coronavírus. Os casos confirmados de coronavírus no Estado são: Curitiba (60), Cianorte (6), Foz do Iguaçu (5), Londrina, Pinhais e Ponta Grossa (3), Colombo, Cascavel e Maringá (2), Campo Largo, Campo Mourão, Paranavaí, Pato Branco, Faxinal, Guaíra e Telêmaco Borba (1). Quatro pessoas residem fora do Paraná, mas foram diagnosticadas com o vírus no Estado. Elas residem em São Paulo (3) e Brasília/DF (1). A SESA informou que esses casos não entram na contagem do Paraná feita pelo Ministério da Saúde.

Número de mortes no Brasil sobe para 59

Em todo o Brasil, o Ministério da Saúde confirmou até a noite de quarta-feira, 2.555 casos e 59 mortes pela Covid-19. Foram registrados 48 óbitos em São Paulo, oito no Rio de Janeiro, um no Amazonas, um no Rio Grande do Sul e um em Pernambuco. Não há registros de óbitos no Estado do Paraná, que ainda conta com 483 casos descartados e 3.588 em investigação. Nas últimas 24h, a SESA descartou 286 casos manualmente devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde.

Síndromes respiratórias passam a constar como casos suspeitos

Todas as notificações pelos serviços de saúde de síndromes respiratórias constam no boletim da SESA como casos em investigação. A medida cumpre a Portaria nº 454/2020, do Ministério da Saúde, que estabelece novos critérios e procedimentos.
Diariamente os serviços de saúde dos 399 municípios do Paraná notificam os atendimentos de síndromes respiratórias via sistema, isso explica o aumento diário significativo nos números em investigação. Porém, nem toda notificação indica que o caso seja considerado como suspeito.
A Portaria do Ministério da Saúde exige a notificação imediata. Depois disso, o serviço de saúde municipal, através da análise clínica, define se aquele paciente é um suspeito em potencial e verifica a necessidade, ou não, da coleta de amostra para a realização de testes, ou seja, o número de casos em investigação não significa que todos são considerados suspeitos.