notícias

Mais de 200 atletas participam de torneio de futsal em Irati

Torneio interno da Associação Esportiva Iratiense teve participação de meninos e meninas entre 7 e 15 anos no sábado, 29

Lenon Diego Gauron, com reportagem de Tadeu Stefaniak


Da esquerda para direita: Hiorann Nicollai Cassol, Doutor José Maria Davaus, Janine Davaus e Rogério Olidio Vicente. Foto: Tadeu Stefaniak



A Associação Esportiva Iratiense promoveu um torneio interno de futsal no Ginásio Fortunato Colaço Vaz com meninos e meninas entre 7 e 15 anos no sábado, 29. Mais de 200 atletas participaram dos jogos que foram organizados pelo professor Hiorann Nicollai Cassol e pela coordenadora do projeto, Janine Davaus. Estiveram presentes também o médico Dr. Jose Maria Davaus e o presidente da Associação de Representantes e Árbitros de Irati (ARAI), Rogerio Olidio Vicente, que cedeu profissionais que atuam na entidade de forma gratuita para trabalharem no evento.

Em entrevista no programa “Show de Bola”, Hiorann disse que o torneio ajuda os garotos a se habituarem com a disputa de competições. “É uma ideia que a gente já vinha conversando com a Janine para colocar em prática, o primeiro festival da escolinha para ir colocando em prática os garotos, para eles irem pegando uma vivencia em jogos, e é uma maneira de integração também, não só na escolinha ‘A’ aqui no Parque Aquático, mas também do iratiense ‘B’ lá do [Conjunto] Joaquim Zarpelon”, destacou.

O professor também destacou a importância da socialização entre meninos e meninas, que participaram juntos do torneio. Segundo Hiorann, a disputa teve participação de três a quatro times por categoria (Sub-7, Sub-9, Sub-11, Sub-13 e Sub-15).

Janine falou sobre o impacto que o projeto pode causar na vida dos jovens. “O nosso projeto nasceu em 2017 e hoje nós temos duas unidades, uma aqui no ginásio do parque [ginásio Fortunato Colaço Vaz] e outra no Joaquim Zarpelon. Temos o apoio da Secretaria de Esporte, da prefeitura municipal, que contratou o professor Hiorrann, temos algumas empresas e temos os pais que também nos ajudam patrocinando com valores. A Associação Esportiva Iratiense é um projeto social, nós não temos uma mensalidade. Hoje nós mantemos 210 crianças no projeto. Eu e meu marido fomos os pioneiros no iratiense e como nós temos três filhos, acreditamos que o esporte é capaz de mudar a educação, a disciplina do cidadão”, afirmou.

Já o presidente da ARAI disse que a cessão dos árbitros para o torneio também é importante para os próprios profissionais que se mantém em atividade e aperfeiçoando o seu desempenho. “É uma oportunidade para nós também treinarmos os árbitros. Então eles precisam desses jogos, dessas categorias, para eles irem pegando o ritmo de jogo e assimilando o que é permitido e o que não é”, avalia Rogério.

Quer receber notícias pelo WhatsApp?

Os jovens com idades entre 7 a 15 anos que tiverem interesse deve iniciar aulas no Iratiense podem procurar o centro médico Davaus, munidos de RG, de segunda a sexta-feira em horário comercial.

Torneio interno da Associação Esportiva Iratiense aconteceu no ginásio Fortunato Colaço Vaz, o ginásio do Parque como é conhecido. Foto: Tadeu Stefaniak