notícias

A história de vida de Lídia Ruginski Marchinski

Lídia Ruginski Marchinski  a nossa famosa "Baba" nascida em Matelândia em agosto de 1943 , aos seus 16 anos de idade casou-se com Luciano Marchinski deixando sua família lá e vindo morar em pedra preta, onde construíram uma linda família trabalhando na lavoura para ter o sustento da casa, além de dona de casa também ajudava no cultivo da lavoura com amor, muita fé, carinho e dedicação pois sabia que era dali que saia o sustento dos seus 11 filhos.

Com o passar dos anos seus filhos foram se casando e formando suas famílias. Em 2008 o nosso "Diádio" e a "Baba" contribuíram muito para a construção da nova capela de pedra preta após 2 anos veio a falecer o seu marido uma dor muito forte que ela ela sofreu, mais resistiu a este sofrimento, pois sua fé era muito grande após superar ela ficou bem mais próxima dos seus filhos, passando a visitar e gostava de posar na casa deles, também ficava muito feliz quando chegava alguém visitar ela, Sempre enchia a mesa de comida e falava: "desculpa que não tem nada pegaram a babá pelada hoje"...

Para  seus netos sempre contava historinha que ela mesma criava sempre ensinado a se fazer coisas certas e a obedecer seus pais. Ela era mulher de muita fé uma verdadeira missionária guerreira quando ia ter algo na igreja passava de casa em casa convidando a todos pra participar não faltava em nada que acontecia na igreja tivesse chuva sol geada nada impedia, pois sempre foi uma mulher de fé, queria que seus filhos, netos e bisnetos seguissem seus ensinamentos  que não somos nada sem fé e  Deus.

Neste ano sentiu uma falta de ar forte e foi para o hospital onde os médicos descobriram que ela estava com agua no pulmão e também foi diagnosticado câncer bem avançado mesmo com dor, sempre preocupada com todos da família lá do hospital ela mal rezava para que seus filhos estivessem bem pois ela tanto os amava e também mandou fazer um livrinho para rezar o mês inteiro cada dia uma oração diferente e mandou entregar a todos que a visitassem ela. Ela falou:
Vai ser uma lembrança da "baba" para que cada dia que vocês rezarem se lembrem de mim..!
Foram 35 dias de luta que ela resistiu mais Deus chamou ela para junto dele e assim o céu está em festa pois ele ganhou mais uma estrela. Sua caminhada acabou aqui na terra ela combateu o bom combate completou a corrida e guardou a fé!

Ela se foi deixando seus 11 filhos, 21 netos, 6 bisnetos. Mais deixou um ensinamento a cada um que a fé é o principal  da nossa vida sem Deus não somos nada pois do pó viemos é ao pó voltaremos 🙏🏻
Saudades de todos os seus familiares 💔

✡ 22 / 07 /1943
✝ 26 /02 /2020

História relatada por seu neto Mateus Marchinski