notícias

Irati monitora 24 casos suspeitos de coronavírus

Mais seis municípios da 4ª Regional de Saúde contam com casos sendo investigados, de acordo com boletim da SESA

Da Redação
Foto: Josué Damascena/IOC-Fiocruz

Os casos suspeitos de coronavírus (COVID-19) triplicaram em Irati, conforme boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SESA) divulgado na tarde de segunda-feira, 23. O município passou de oito para 24 notificações. Já o teste de uma mulher que passou pelo exterior teve resultado negativo.
O município de Irati avalia que o aumento do número de pessoas suspeitas aconteceu depois que o Ministério da Saúde mudou a definição de casos suspeitos. Desde o fim de semana, todos os casos de síndromes gripais que passam por atendimento médico são notificados. “Dessa forma, mesmo moradores de Irati que não viajaram para outros locais e nem tiveram contato com casos suspeitos, mas que estão apresentando tosse e dor de garganta, são incluídos como casos em investigação. Lembramos que tomar as medidas de prevenção é a melhor maneira de evitar que esta doença afete o nosso município”, informa a secretaria de Comunicação da Prefeitura de Irati.
Os resultados dos exames realizados pelo Laboratório Central do Paraná (Lacen-PR) ficam prontos entre cinco e sete dias. Entretanto, em algumas situações podem ocorrer atrasos em função da grande demanda relacionada ao coronavírus.
Na 4ª Regional de Saúde de Irati são mais 15 casos suspeitos distribuídos em seis municípios: Fernandes Pinheiro e Mallet (4), Rebouças (3), Imbituva (2), Rio Azul e Teixeira Soares (1). Não há nenhum caso confirmado na região. Na quinta-feira passada, 19, os gestores de Inácio Martins haviam confirmado a existência de um caso em investigação. Segundo a secretaria de Saúde, o jovem que viajou para o exterior estava em isolamento domiciliar. “Este é um caso isolado, pois se trata de uma pessoa que veio de viagem. Estamos adotando todos os procedimentos que precisam ser feitos, o que preconizam a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Ministério da Saúde, a Secretaria de Estado da Saúde (SESA) e a Secretaria Municipal de Saúde. Estamos tomando as providências e monitorando a pessoa que está em isolamento em seu domicílio. Agora nos resta aguardar o resultado para ver se vai se concretizar [o coronavírus]. Esperamos que não, mas estamos tomando as devidas precauções”, comentou o prefeito Júnior Benato.
Porém, até o momento, esse caso não consta como suspeito no boletim da SESA.

Outras cidades da região

Outras cidades próximas de Irati contam com notificações. Na 3ª Regional de Saúde com sede em Ponta Grossa, os municípios de São João do Triunfo e Ivaí aparecem com um e dois casos em investigação, respectivamente. Pitanga, Turvo e Prudentópolis tem um registro na 5ª Regional de Saúde de Guarapuava. Na mesma unidade, Pinhão tem duas notificações e Guarapuava 14. Na 6ª Regional de Saúde são cinco casos suspeitos em São Mateus do Sul, dois em Cruz Machado e um em General Carneiro e União da Vitória.

Casos no Paraná e Brasil

O Paraná registrou 60 casos de coronavírus, de acordo com a SESA. O estado tem ainda 1.519 pacientes com suspeita da doença e 159 testes negativos. Pela primeira vez, Cascavel aparece na lista, com um caso confirmado. Outras 11 cidades já têm pacientes com a doença: Curitiba (34), Cianorte (6), Foz do Iguaçu (4), Londrina (3), Pinhais (2), Campo Largo (1), Colombo (1), Ponta Grossa (1), Pato Branco (1), Maringá (1) e Guaíra (1). Outros 4 casos confirmados no estado são de pessoas que não moram no Paraná, mas foram diagnosticadas aqui. A Secretaria reforça o pedido à população para que busque os canais oficiais de informação para atualizações dos números da doença, e evite compartilhar notícias falsas.
O total de casos confirmados de novo coronavírus no Brasil subiu para 1.891, segundo balanço do Ministério da Saúde. O número de mortes também aumentou para 34, sendo 30 no estado de São Paulo e quatro no Rio de Janeiro.

As informações são do portal G-1 e Gazeta do Povo