notícias

Exame descarta 1º caso suspeito de coronavírus em Irati

Mulher, de 57 anos, havia viajado para Itália e estava em isolamento domiciliar desde que retornou da Europa no início de março

Rodrigo Zub

O caso suspeito de coronavírus (COVID-19) que havia sido registrado em Irati foi descartado, conforme boletim divulgado pela secretaria de Estado da Saúde (SESA) na tarde deste sábado, 21. O exame foi realizado pelo Laboratório Central do Estado (Lacen/PR). 
A mulher, de 57 anos, havia viajado para a Itália e retornou ao município no início de março. Desde então, ela permaneceu em isolamento domiciliar voluntário, ou seja, ficou em casa e não teve contato com nenhuma pessoa. “Ela chegou da Itália já com a orientação dos aeroportos de permanecer em isolamento sete dias em casa. Ela começou a manifestar sintomas no dia 12 de março. Até não manifestar sintomas, ela não era caso suspeito. Era só uma pessoa que veio do exterior e por recomendação tinha que ficar em isolamento. A partir do momento que ela manifestou sintomas e se enquadrou como caso suspeito aí entra no isolamento de mais 14 dias a partir do primeiro dia de sintomas”, relatou a enfermeira Jéssica Mattos, do setor de Vigilância Epidemiológica de Irati, durante entrevista à Najuá nesta semana.
Conforme a secretaria de Saúde, mais quatro casos suspeitos de COVID-19 foram registrados no município. Nenhum deles consta no boletim divulgado pela SESA.

Número de casos no Paraná sobe para 43

O Paraná tem 43 casos confirmados do novo coronavírus. De acordo com o boletim, o estado tem 273 suspeitas da Covid-19 em investigação. Dados repassados pelas secretarias municipais de saúde e setores de vigilância epidemiológica indicam que são mais dez casos suspeitos de coronavírus na região, sendo quatro em Irati, dois em Imbituva, um em Rebouças, um em Fernandes Pinheiro, um em Teixeira Soares e um em Inácio Martins. Outras 172 suspeitas foram descartadas no Estado do Paraná.
De acordo com a SESA, os casos do coronavírus por município são:
Curitiba: 31
Londrina: 3
Cianorte: 2
Ponta Grossa: 1
Umuarama: 1
Pato Branco: 1
Campo Largo: 1
Foz do Iguaçu: 1
Maringá: 1
Guaíra: 1

Transmissão comunitária

Na noite de ontem, 20, o Ministério da Saúde declarou que todo o território nacional está sob status de transmissão comunitária. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, sinalizou que a previsão é que os casos da doença disparem em abril e o sistema de saúde deve entrar em colapso. 
A transmissão comunitária ou sustentada é aquela quando não é possível rastrear qual a origem da infecção, indicando que o vírus circula entre pessoas que não viajaram ou tiveram contato com quem esteve no exterior. 
As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 13h30 deste sábado, 1.021 casos confirmados de novo coronavírus no Brasil em 25 estados e no Distrito Federal. São 18 mortes no Brasil, três no Rio de Janeiro e 15 em São Paulo.
Mais de 220 mil pessoas foram infectadas e mais de 10 mil morreram por causa do novo coronavírus em todo o mundo, de acordo com a universidade americana Johns Hopkins. As informações são do portal G-1.