notícias

DCE empossa nova diretoria

A chapa composta por 11 membros tem como objetivo implantar o passe-único aos estudantes e discutir assistência estudantil

Lenon Diego Gauron

Nova diretoria do DCE conta com 11 integrantes. Foto: Divulgação

A cerimônia de posse da nova presidência do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Unicentro campus Irati foi realizada no dia 9 de março no Auditório Denise Stoklos. A entidade tem como objetivo representar os estudantes nas discussões das reitorias e do governo, organizando as pautas e reivindicações dos estudantes.

O estudante de Psicologia, Leonardo Melo, que ocupa o cargo de 1º ouvidor da nova gestão, falou sobre os desafios e propostas para a gestão em participação no programa "Meio Dia em Notícias". Segundo ele, um dos principais entraves para o bom andamento da educação pública é o próprio governo do estado. De acordo com Leonardo, os contingenciamentos de verbas dificultam o desenvolvimento das pautas propostas pelo diretório. “O DCE tem vários desafios aqui no campus de Irati, relacionados à mobilização de estudantes, para a defesa de algumas pautas muito importantes da nossa categoria. Nós vivemos um momento muito importante para a educação paranaense, que estão sendo travados diversos ataques por parte do governo estadual à educação pública com vários tipos de cortes e contingenciamentos na atuação dos funcionários e dos professores e tudo isso acarreta em números de atrasos de benefícios para a população”.

O 1º Ouvidor do DCE destacou que a nova diretoria focará em tentar implementar o passe único para os estudantes da rede pública do município, uma vez que, no ponto de vista dele, muitos estudantes encontram dificuldade em se locomover até o campus devido ao valor atual da passagem de ônibus. “No que diz respeito à categoria dos estudantes, o DCE norteará a suas práticas a partir da defesa do passe único aqui em Irati ­– é uma das nossas principais pautas, uma vez que o valor da passagem tem subido abruptamente e nós temos diversos estudantes, como de cursos integrais, que não têm condições de trabalhar para poder se manter aqui em Irati, e fica difícil para que eles se locomovam até a universidade”, frisou.

Leonardo mencionou que os estudantes já encaminharam um abaixo-assinado aos integrantes da administração municipal reivindicando o benefício do passe-único para os estudantes da cidade, mas que não foi possível seguir em frente com a ideia naquele momento. Outra pauta prevista para esse ano é em relação à estrutura do campus que, de acordo com ele, necessita de algumas ampliações. “A assistência estudantil é um dos nossos pontos principais dessa gestão, principalmente sobre a moradia masculina que nós não temos aqui em Irati. Nós só temos uma moradia estudantil feminina que comporta apenas oito moradoras e nós queremos expandir isso”, relatou.

“Nós vamos lutar até que isso seja efetivado”.

Leonardo também falou sobre outras demandas dos estudantes, como o atendimento de um psicólogo e a melhoria do restaurante universitário com cardápio diversificado. “Nós também reivindicamos por uma psicóloga para os alunos porque, atualmente, nós não temos. Nós tínhamos até o ano passado, mas no momento essa vaga está em aberto. Nós procuramos também um restaurante universitário com preços mais justos, com novas comidas e diversificação de cardápios e essas são as nossas principais pautas. Nós compreendemos que em um ano de gestão é extremamente difícil de resolver todos os problemas dos estudantes, e nós temos que nos ater naquilo que é mais importante e não fazer promessas mirabolantes que nunca serão concretizadas”, enfatizou.

A nova gestão foi eleita em uma chapa única. Contudo, o estudante acredita que mesmo assim enfrentará algumas resistências em suas pautas. “O Diretório Central dos Estudantes da Unicentro é relativamente novo, nós estamos fazendo um esforço desde o final de 2018 para consolidar o DCE, desde todas as burocracias como CNPJ e tudo mais e nas duas últimas eleições nós tivemos uma única chapa inscrita e é uma coisa que acreditamos que vai haver um tipo de oposição, mas neste primeiro momento o DCE está fazendo somente uma chapa”.

Neste ano, a gestão será composta por 11 membros distribuídos em diversos cargos. “Nós temos a Mariana Molina na presidência da DCE; a Ana Carolina Bueno, na vice-presidência; a Alana Carolina como 1ª secretária; a Monara Rocha, com 2ª secretária; como 1º tesoureiro, nós temos o Alexandro Mirkovski; 2º tesoureiro, Rafaela Meira; eu estou na 1ª ouvidoria; na 2ª ouvidoria, nós temos Felipe Camargo, do curso de história; o diretor de comunicação é o Eduardo Santos Lima Chagas; como diretor esportivo, nós temos o Lucas Braga Martins”, descreveu. A gestão também contará com um cargo de diretor sociocultural. Galleno Assunção desempenha essa função.

Quer receber notícias pelo WhatsApp? 

Para fazer parte das chapas e concorrer à presidência do diretório basta ser estudante do campus. Calouros que estão ingressando na instituição também podem concorrer. “Estudantes, devidamente matriculados, podem compor uma chapa de DCE. Esses estudantes não podem ter nenhum tipo de reprovação em alguma matéria. Os estudantes do Campus Avançado de Prudentópolis também podem votar na chapa e formar uma chapa também”, completou.

Confira mais fotos da cerimônia de posse