notícias

Caixa Econômica Federal adota medidas de combate ao coronavírus

A partir desta quinta-feira, 19, a agência de Irati vai receber apenas 25 clientes por vez nos caixas e somente uma pessoa por equipamento no autoatendimento

Da redação, com informações do Sindicato dos Bancários de Porto União-SC


Pessoas fizeram fila na porta da agência da CEF na manhã desta quarta-feira, 18. Foto: Tadeu Stefaniak

A Caixa Econômica Federal irá adotar medidas de prevenção e combate ao coronavírus. A partir desta quinta-feira, 19, a agência de Irati irá receber apenas 25 clientes por vez nos caixas e somente uma pessoa por equipamento no autoatendimento.

O gerente-geral da agência de Irati, Roque Villand Policeno, pede que as pessoas somente compareçam à agência se houver necessidade de atendimento presencial. Ele explica que a maior parte dos serviços, como pagamentos, transferências e conferências de saldo e extratos pode ser feita através do site e do aplicativo da Caixa.

“Agradecemos a compreensão e pedimos apoio para que venha à agência somente se você tiver uma necessidade que não possa ser atendida por outro meio. Nós temos canais alternativos como o telefone 0800, as unidades de autoatendimento e um app chamado Caixa, onde você acessa sua conta corrente e pode fazer toda a movimentação. Nos colocamos à disposição, mas, se possível, não venham à agência. Se for necessário, venham aos poucos porque não poderemos atender a mais de 25 pessoas por momento”, frisou.

Contas de água e energia elétrica que tenham vencimento nos próximos dias podem ser negociadas com as concessionárias. Em alguns casos, elas podem ser pagas nas lotéricas ou outros estabelecimentos comerciais. O cliente também pode optar pelo débito automático. Cheques podem ser depositados normalmente nos caixas eletrônicos.

Casos emergenciais terão preferência. Para atendimento a serviços bancários, como saldo, bloqueio e desbloqueio de cartões e serviço de manutenção de financiamento habitacional, o cliente pode entrar em contato pelo telefone 0800-726-0505. Atendimentos de cartão de crédito, comercial, suporte tecnológico e informações sobre regularização de dívidas para empresas podem ser solicitados pelo 0800-950 9008. Nos dois casos, os serviços estão disponíveis diariamente das 08h às 21h. As ligações podem ser feitas gratuitamente de qualquer telefone fixo ou celular.

Em nota, a direção nacional da Caixa afirmou que, caso seja necessário o fechamento de algumas unidades, será disponibilizado um número de WhatsApp para atendimento ao cliente. "A CAIXA também disponibilizou verba exclusiva para as unidades adquirirem produtos que auxiliam na prevenção, e solicitou a intensificação de limpeza de suas unidades", frisa a nota.

Funcionários do banco com mais de 60 anos, com imunidade baixa, diabetes, portadores de doenças cardiovasculares e pulmonares ou em tratamento de câncer farão seus trabalhos de casa. Reuniões, pontos de controle e treinamentos presenciais foram substituídos por chats, vídeos ou audioconferências. 

No final de fevereiro, a Caixa já havia adotado ações de prevenção e orientação aos funcionários e clientes sobre o COVID-19. "Todos os empregados do banco receberam e-mail corporativo com orientações baseadas nas diretrizes divulgadas pelo Ministério da Saúde. Além disso, o banco disponibilizou materiais como cartilha e FAQ no Portal do Empregado, com esclarecimentos sobre o tema", finalizou a diretoria do banco.

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Siga este link aqui

Sindicato dos Bancários de Porto União e região também adota medidas

No norte de Santa Catarina, o Sindicato dos Bancários de Porto União, na divisa com o Paraná, emitiu uma nota solicitando que a população evite o deslocamento para as agências e opte pelos pagamentos e transações bancárias através dos meios eletrônicos, deixando os contatos com os funcionários somente para casos de extrema necessidade.

“Considerando os riscos de contágio do novo Coronavírus, que já é considerado uma pandemia, os bancos serão obrigados a dispensar das agências uma série de funcionários, como as gestantes e os que estão no grupo de risco ao vírus, como aqueles que têm doenças crônicas – diabéticos, hipertensos, cardíacos, asmáticos e outros com problemas respiratório agudos – e os acima de 60 anos”, diz a diretoria do Sindicato, em nota.

Por não possuírem janelas abertas, os prédios não têm ventilação, contando apenas com o ar condicionado central, o que torna o ambiente insalubre para a transmissão do vírus. As agências adotarão planos de contingência. Dependendo da região, a entrada de clientes será limitada a um determinado número de clientes.

“Os bancos são obrigados a tomar estas medidas para tentar frear a propagação do vírus que vêm impactando diretamente no cotidiano dos cidadãos do mundo”, diz a nota do Sindicato.