notícias

BNDES libera R$ 55 bi e novo saque no FGTS será permitido

Pacote de R$ 55 bilhões para reduzir impacto econômico da pandemia de coronavírus foi anunciado neste domingo (22) pelo presidente do BNDES, Gustavo Montezano

Correio Braziliense

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai suspender a cobrança de empréstimos por seis meses e liberar novos saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para reduzir o impacto econômico da pandemia de coronavírus no Brasil.

UOL

Alguns rumores que circulam pelas redes sociais afirmam que o saque do FGTS  deve ser liberado a todos os trabalhadores por causa do decreto de calamidade pública pelo novo coronavírus.


Na verdade, segundo a legislação em vigor hoje, só o decreto de calamidade não permite que todos os trabalhadores saquem o FGTS, informou a Caixa Econômica Federal ao UOL. É preciso que tenha ocorrido um desastre natural.

Há um projeto de lei na Câmara dos Deputados, apresentado na semana passada, que permite o saque do FGTS em casos de situação de emergência ou calamidade pública e também nos casos de pandemia declarada pela OMS (Organização Mundial de Saúde).