notícias

4ª Regional de Saúde tem 23 casos de coronavírus em investigação

Irati tem oito casos em investigação e um descartado. Dados constam em boletim divulgado pela SESA na noite deste domingo, 22

Da Redação e portal G-1
Foto: Imagem ilustrativa

O número de casos de coronavírus (COVID-19) em investigação na 4ª Regional de Saúde de Irati subiu para 23, conforme boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA) na noite deste domingo, 22. São cinco notificações em Fernandes Pinheiro, oito em Irati, quatro em Mallet, duas em Rebouças e Imbituva, uma em Rio Azul e Teixeira Soares.
No sábado, 21, a SESA divulgou que um dos casos suspeitos de coronavírus em Irati foi descartado após o resultado do exame realizado pelo Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen).
Outros municípios que ficam próximos de Irati e fazem parte de outras regionais também possuem casos suspeitos. Ivaí, que pertence a 3ª Regional de Saúde com sede em Ponta Grossa, registrou dois casos suspeitos. Prudentópolis, Pitanga e Turvo, todos da 5ª Regional de Saúde de Guarapuava, registram uma notificação. Na 6ª Regional de Saúde de União da Vitória constam um caso suspeito do município sede, um em General Carneiro, cinco em São Mateus do Sul e dois em Cruz Machado.
  As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 20h15 deste domingo (22), 1.593 casos confirmados de novo coronavírus no Brasil em 26 estados e no Distrito Federal. São 25 mortes no Brasil, três no Rio de Janeiro e 22 em São Paulo. Em todo o Paraná, foram confirmados 54 casos de COVID-19, quatro a mais do que foi informado pelo Ministério da Saúde. Atualmente, são monitorados 1.354 casos suspeitos e outros 159 já foram descartados. Quatro casos confirmados pela secretaria estadual são de pessoas residentes fora do Paraná, indica o boletim. 
A SESA diz ter adotado nova metodologia para análise de casos. Até então, prevalecia o município de notificação. A partir deste domingo, é considerado o município de residência. Com isso, segundo a secretaria, três casos foram retirados de Curitiba por se tratar de dois pacientes de São Paulo e um de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Um caso de Umuarama, no noroeste, foi alterado para Cianorte, na mesma região. 
Conforme a SESA, isso facilita o monitoramento e assegura maior capacidade de verificação e possível circulação do vírus nas localidades pelas equipes de saúde.
Casos por município, segundo a SESA:
Curitiba: 31
Foz do Iguaçu: 4
Cianorte: 4
Londrina: 3
Pinhais: 2
Maringá: 1
Colombo: 1
Campo Largo: 1
Ponta Grossa: 1
Pato Branco: 1
Guaíra: 1
Residentes fora do Paraná: 4
A Secretaria de Saúde de Maringá informou às 18h deste domingo, 22, que há três casos confirmados no município. A SESA confirma um. Em Cascavel, a secretaria municipal afirmou que a cidade registrou o primeiro caso hoje, 22. A secretaria estadual ainda não reconheceu essa confirmação. O município disse que se trata de uma mulher, de 42 anos, com histórico de viagem aos Emirados Árabes Unidos. 

Suspeitas

Todas as notificações pelos serviços de saúde de síndromes respiratórias passaram a constar no boletim como casos em investigação do novo coronavírus. A medida, conforme a SESA, atende uma portaria do Ministério da Saúde que estabelece novos critérios e procedimentos. Ainda de acordo com a secretaria, boa parte dos casos em investigação já foram testados pelo Lacen e já foram descartados, mas não constam no sistema do Ministério da Saúde em razão da instabilidade da plataforma.