notícias

Rodas de carreta e pneus são furtados de chácara

Cerca de arame da propriedade onde ocorreu o furto foi cortada

Da Redação
Objetos foram furtados de uma chácara em Rebouças. Duas rodas foram tiradas de uma carreta e três pneus usados que estavam guardados em um barracão foram levados pelos ladrões, conforme relato de um homem que trabalha na propriedade. Segundo ele, a invasão do local ocorreu entre a madrugada e a manhã de sexta-feira, 14, possivelmente entre 0 e 7 h.
O homem disse que ninguém reside na chácara. Ele notou a falta dos objetos quando chegou no local para trabalhar e ainda constatou que uma cerca de arame havia sido cortada. Com isso, os animais acabaram saindo do terreno.

Homem agride esposa

Ainda em Rebouças, um homem agrediu a esposa. A vítima relatou a Polícia Militar que seu amásio lhe ameaçou com uma faca e um facão. Além disso, ele empurrou a companheira, que bateu a cabeça. A mulher permaneceu internada em observação no hospital Dona Darcy Vargas até que seu quadro clínico fosse estabilizado. Policiais foram até a casa do agressor e conseguiram detê-lo. Ele realizou o laudo de lesões corporais e foi levado para a Delegacia de Rebouças.

Moto furtada em 2017 é localizada

Em Ivaí, policiais localizaram uma moto Honda CG 125 Titan, com placa de Cantagalo, que havia sido furtada no dia 3 de janeiro de 2017. A equipe realizava patrulhamento na rua Rio Branco quando observou o veículo estacionado próximo de uma oficina. Ao consultar a placa, a PM constatou o alerta de furto. O proprietário disse que a moto pertence ao seu tio e que havia emprestado ela para se deslocar diariamente ao seu local de trabalho. A moto foi apreendida e encaminhada para a Delegacia de Ivaí.

Centrifuga furtada de residência

Já na madrugada de hoje, 15, por volta das 2 h, um homem compareceu no Destacamento da PM de Ivaí para informar que algumas pessoas invadiram sua propriedade na localidade de Aterrado Alto. De acordo com o morador, quatro homens chegaram pelos fundos da casa e gritaram para ele sair com as mãos na cabeça. Depois disso, a vítima saiu correndo para pedir ajuda a um vizinho. O homem disse que não viu se os invasores portavam alguma arma de fogo e também não conseguiu identificar suas características. Policiais foram até o local e realizaram buscas. Porém, nenhum suspeito foi encontrado. Em verificação na propriedade, a vítima percebeu que uma centrífuga que estava guardada em um cômodo no lado externo da casa acabou sendo furtada. O morador foi orientado para procurar a Polícia Civil informar o furto e também para complementar o Boletim de Ocorrência (BO) caso constate posteriormente que outros objetos foram levados do local.

Mulher ameaçada por homem que atingiu seu carro

Em Imbituva, uma mulher acionou a PM depois que teve seu carro atingido por outro veículo. A condutora disse que estava saindo das proximidades de um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) no momento que um veículo Gol deu marcha ré e atingiu seu automóvel, o que causou pequenos danos na parte dianteira do carro. A mulher relatou que ao descer do automóvel foi insultada pelo motorista, que agiu de forma agressiva e estava embriagado. O homem chegou a ameaçar a vítima dizendo que estava armado. A moradora ainda disse que ele estava segurando uma lata de cerveja. Depois de ameaçá-la, ele deixou o local e não foi encontrado pela polícia.

Revólver apreendido

Em outra ocorrência em Imbituva, policiais apreenderam um revólver calibre 38 durante uma briga em um estabelecimento na área central. Um homem, de 51 anos, estava com a arma na cintura. Ele disse que não possuía porte e nem posse da arma. O homem tentou fugir com seu veículo, mas foi contido pelos policiais. O filho do homem que portava a arma disse aos policiais que ocorreu uma discussão com outra pessoa. Durante o incidente, o rapaz foi agredido com um soco no rosto. Outras pessoas afirmaram que o autor da agressão também estava armado. O jovem autorizou os policiais a realizarem buscas em seu carro, mas nenhum objeto ilícito foi encontrado. Os envolvidos na ocorrência realizaram o laudo de lesões corporais no Pronto Socorro de Imbituva. Na sequência, eles foram encaminhados para a Delegacia de Irati.