notícias

Policial evita assalto e atinge ladrão com tiro

Assaltante morreu em decorrência do disparo. Homem havia tentado assaltar ciclista de Salvador/BA que transitava na BR-277

Da Redação
Um assaltante foi morto por um policial militar que não estava em serviço na BR-277, em Candói, na manhã de sábado, 8. Sidenei José dos Santos Souza, de 36 anos, tentou assaltar um ciclista que seguia sentido interior/capital. A ocorrência foi registrada no km 390 + 500 metros da rodovia (há dois quilômetros da praça de pedágio.
Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ciclista empurrava sua bicicleta numa subida, quando foi surpreendido por um homem encapuzado que saiu do mato com uma arma e realizou dois disparos. A vítima tentou pedir ajuda e fugir. Porém, ele foi alcançado. Após o autor da tentativa de assalto realizar mais um disparo, o homem largou a bicicleta e se abaixou. Na sequência, o assaltante colocou a arma na cabeça da vítima, mas foi surpreendido por um cabo da Polícia Militar, que também passava pelo local de bicicleta. Ele estava acompanhado de sua cunhada. Após se identificar como policial, o cabo solicitou que o homem largasse a arma. Porém, ele não acatou o pedido. Por isso, o policial atirou para conter a ação do assaltante. Conforme a PRF, o tiro acertou o ombro e o projétil deslocou pelo corpo até o pescoço de Sidenei. Com o disparo, o homem sofreu uma queda. Já o policial pediu socorro. Uma ambulância da concessionária Ecocataratas resgatou o homem baleado, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.
De acordo com a PRF, o ciclista assaltado tem 52 anos, é natural de Salvador/BA e costuma viajar de bicicleta. Ele não se feriu e foi encaminhado até a 14ª Subdivisão Policial (SDP), em Guarapuava, para ser ouvido como vítima. Para o mesmo local foi levado o policial, de 46 anos, para ser ouvido como testemunha. A cunhada do cabo, de 29 anos, também foi conduzida para a 14ª SDP prestar depoimento como testemunha. O corpo de Sidenei foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Guarapuava. Ele foi sepultado em Candói.
Os policiais apreenderam um revólver calibre 22 utilizado pelo assaltante, com cinco munições intactas e um estojo vazio. Ele também possuía 12 munições em seu bolso. A arma do policial também foi apreendida para ser periciada.