notícias

Nova diretora do campus Irati da Unicentro toma posse

Andrea Nogueira Dias comandará a instituição até 2024. Já a vice-diretora será a professora Adriana Queiroz Silva

Fotos e texto: Assessoria da Unicentro 

A Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro) começou o ano letivo com novos comandantes. O novo reitor Fábio Hernandes foi empossado no início de fevereiro ao lado do vice Ademir Fanfa Ribas. Os novos diretores dos campis universitários também já assumiram oficialmente os cargos, ficando responsáveis por cada unidade da instituição durante o quadriênio 2020 a 2024.
Em Irati, as professoras Andrea Nogueira Dias e Adriana Queiroz Silva serão as gestoras do campus durante os próximos quatro anos. Durante a cerimônia de posse, a nova diretora relatou quais demandas merecem atenção especial no início da gestão. “Uma das coisas principais que a gente espera e que a gente ouviu durante a campanha e percebeu bastante é relacionado à assistência aos nossos estudantes, envolvendo questões de alimentação, transporte, envolvimento com esporte, melhoria da estrutura física da universidade, entre outros interesses dos próprios estudantes”, disse Andrea.
Segundo ela, cuidar do bem-estar dos acadêmicos é uma das prioridades da nova gestão. “A gente quer sim, junto com a comunidade, transformar o campus no local mais agradável possível, com espaços lúdicos, espaços que os estudantes podem ter, porque muitos passam todo o dia aqui. Então, a gente precisa de espaços onde eles possam descansar, realmente ter esse momento de lazer dentro do próprio campus”, relatou a nova diretora. 
A cerimônia de posse teve a participação de professores, funcionários, ocupantes de cargos diretivos da universidade, estagiários e estudantes da Unicentro. Também compareceram autoridades locais e estaduais, além de representantes de outras instituições de ensino. 
O prefeito Jorge Derbli falou sobre a importância da Unicentro para a população iratiense. “O crescimento da Unicentro proporciona um desenvolvimento, para nós, muito grande na cidade, oferecendo mais cursos, trazendo conhecimento aos jovens de Irati. Então, para a prefeitura é importante isso e é por isso que a gente dá muito valor para isso. A Unicentro, sem dúvida nenhuma, trouxe um progresso muito grande para a cidade”, salientou Derbli. 
O último diretor do Campus Irati, professor Afonso Figueiredo Filho, fez um breve balanço da gestão que ele acaba de encerrar na universidade. “Tivemos uma gestão num período muito difícil do País e isso respingou no Estado. Obviamente que as nossas universidades estaduais sofreram com isso. Então, foi um período muito difícil do ponto de vista de recursos financeiros. Mas veja, acho que conseguimos, nesses quatro anos, manter o campus funcionando bem. Se os recursos são poucos e, mesmo assim, a gente consegue ser bem avaliado, isso é mérito incondicional da comunidade como um todo – professores, funcionários e os próprios alunos que participam e elevam o nível dos cursos”, avaliou Afonso.
Responsável pela vice-direção do campus Irati no último quadriênio, o professor Erivelton Fontana de Laat salientou que, durante a gestão, um dos principais objetivos foi fortalecer a ponte entre a universidade e a comunidade. “Acho que o nosso papel aqui nesses quatro anos foi de traduzir, principalmente para a cidade e para a região, que a universidade faz e produz muita coisa, em termos de formação dos meninos e meninas que passam por aqui, pela pesquisa, pela extensão, pela comunidade que a gente sempre lutou para participar e estar dentro do campus”. 
O novo reitor Fábio Hernandes, falou que um dos objetivos é nomear uma diretora de Gabinete da Reitoria no Campus Irati para tornar as atividades mais intensas no município. “Sabemos a importância da Unicentro no desenvolvimento regional. Então, temos sim muitos projetos aqui para Irati. Além dos cursos de graduação que estão previstos no plano de expansão – sendo Engenharia Civil a prioridade aqui, também nós vamos trazer aqui o nosso Gabinete da Reitoria, teremos aqui uma diretora de gabinete, teremos aqui atividades mais intensas. Então, a administração superior da universidade estará em Irati cada vez mais”, afirma Fábio. 
De acordo com a vice-diretora do Campus Irati, um dos projetos que os três Campi pretendem colocar em prática chamado de Crie visa justamente aumentar a interatividade com a reitoria. “É um núcleo de institucionalização, inovação e empregabilidade. Então, estaremos priorizando a inovação e, também, vendo a parte dos nossos discentes estarem junto ao mercado de trabalho, com oportunidades junto do mercado de trabalho”, afirma a professora Adriana.