notícias

Mulher danificou objetos da loja da própria irmã

Mulher praticou o ato depois que a irmã se negou a vender no crédito, pois ela já devia em função de compras anteriores

Da Redação
Uma mulher danificou objetos da loja de sua própria irmã. O fato foi registrado na manhã de quarta-feira, 5, em Guamiranga. 
A proprietária do estabelecimento disse que sua irmã esteve no local e pretendia comprar roupas no crediário a prazo. Porém, o pedido não foi aceito, pois a mulher já devia em função de compras anteriores no local. Depois disso, a cliente se revoltou e passou a quebrar alguns objetos da loja. Além disso, a mulher disse que ia surrar a irmã na rua assim que fosse possível. A vítima não quis representar contra a irmã, mas foi orientada pelos policiais para comparecer no Fórum para denunciá-la, pois as ameaças e danos têm sido frequentes. 

Celulares, relógio e narguilés são furtados de residência 

Uma moradora de Rebouças permaneceu somente uma hora e meia ausente de sua casa. Porém, esse período foi suficiente para que o imóvel fosse invadido na rua Frederico França, na área central, na tarde de ontem, 5. 
A mulher disse que saiu do local por volta das 14 h. Quando retornou à residência, ela encontrou o local revirado e sentiu falta de três celulares, dois narguilés, que estavam sem mangueiras e com aproximadamente dez essências, e um relógio com ponteiro, que estava na caixa com sua nota fiscal de compra. 
A moradora disse aos policiais que os autores do furto provavelmente entraram na residência por uma janela do quarto que estava aberta. Policiais realizaram patrulhamento nas proximidades do local do furto, mas nenhum suspeito foi encontrado.