notícias

Morre adolescente que foi atropelada na BR-277

Jovem, de 16 anos, saiu de uma unidade do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) e retornava para o carro dos pais quando foi atingida por uma caminhonete
Da Redação
Thays Sousa Santos. Foto: Facebook/Divulgação

A adolescente Thays Sousa Santos, de 16 anos, que havia sido atropelada na BR-277, em Candói, na noite de quarta-feira, 26, não resistiu aos ferimentos e morreu no fim da manhã de ontem, 27, no hospital São Vicente de Paulo, em Guarapuava. A menor foi atingida por uma caminhonete Chevrolet S-10, de Chopinzinho, quando atravessa a rodovia no quilômetro 381 + 300 metros, em frente ao Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) da Concessionária que administra a rodovia. 
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que Thays viajava com os pais e retornava para o veículo que estava do outro lado da rodovia. A adolescente era natural de São Miguel do Iguaçu, mas residia em Foz do Iguaçu, na região Oeste do Estado. O corpo da adolescente foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Guarapuava antes de ser liberado aos familiares.  
A PRF ressalta que a falta de atenção está entre as principais causas de acidentes em rodovias.
O condutor, de 53 anos, não se feriu. Ele realizou o teste do bafômetro com resultado negativo para ingestão de álcool. Por isso, ele foi liberado no local.
O Serviço de Atendimento ao Usuário geralmente é utilizado pelos usuários de rodovias para se hidratar, em caso de necessidade de usar banheiros ou pelos motoristas que resolvem fazer uma parada para descanso durante a viagem.
Adolescente foi atropelada em frente ao Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU). Foto: PRF/Divulgação