notícias

Moradores encontram corpo em decomposição em estrada rural

Vizinhos reconheceram o corpo da vítima. Homem foi visto pela última vez na manhã de quinta-feira, 20

Da Redação, com informações Sérgio Soriani/Rádio Alvorada
Corpo da vítima foi encaminhado ao IML de Curitiba (foto)/ Gerson Klaina/Tribuna do Paraná
Um corpo em decomposição foi encontrado na estrada rural da localidade de Potinga, no interior de Rebouças, na tarde de sábado, 22.  
Moradores que reconheceram a vítima identificada como José Elito Pietroski Grande, mais conhecido como Zé Grande, de 56 anos, conversaram com o repórter Sérgio Soriani, da Rádio Alvorada. Taislaine da Silva relatou que um homem foi até a casa de José para comprar abóboras e se deparou com o corpo. Inicialmente, o visitante achou que fosse um macaco. Depois disso, ele foi na casa da tia de Taislaine, que reconheceu a vítima. “Eu e minha filha daí viemos com o motoqueiro. Daí já avisei minha sobrinha. Daí ela já ligou para a polícia”, disse a moradora Lídia.
A Polícia Militar permaneceu no local até a chegada da Criminalística e do Instituto Médico-Legal (IML). 
Os vizinhos relataram que a última vez que viram José foi na manhã de quinta-feira, 20. O corpo da vítima foi encaminhado ao IML de Curitiba. Ele foi liberado na manhã de domingo, 23, e chegou em Rebouças por volta das 12 h. Logo depois, seguiu para sepultamento.
No relatório do IML, a morte do morador da localidade de Potinga consta como “a esclarecer”. Como não havia indícios de violência no corpo, vizinhos acreditam que a morte teve causas naturais. Um chapéu e um par de chinelos foram encontrados junto ao corpo da vítima.