notícias

Com emendas, Lei de Diretrizes Orçamentárias é aprovada em 1ª votação em Irati

Secretaria de Comunicação perde R$ 300 mil; dinheiro é revertido para Serviços Urbanos e Rurais

Paulo Sava e Jussara Harmuch
Durante a sessão do legislativo iratiense, realizada na última segunda-feira (04), foi aprovado, com emendas, em 1ª votação, o projeto de lei 56/2016 , que estabelece as diretrizes do orçamento do município para 2017 (Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO).
A emenda parlamentar modificativa 02/2016, assinada por Antônio Celso de Souza, o Xoxolo (PSD), retira R$150 mil da secretaria de Comunicação e adiciona ao orçamento da pasta de Obras e Serviços Urbanos, determinando que seja utilizado para pavimentação e melhorias nas ruas da cidade. Com o acréscimo, a secretaria teria um orçamento total de pouco mais de R$14 milhões.  
Outra emenda do mesmo parlamentar, 03/2016 , também retira R$150 mil da Comunicação e repassa à secretaria de Viação e Serviços Rurais, para ser utilizado em manutenção de estradas, pontes, pontilhões e bueiros, totalizando R$ 3.405 milhões para a pasta.
Na apresentação, Xoxolo justificou que os recursos foram revertidos de forma a garantir que o próximo gestor invista nestes setores. “Colocando em números, R$150mil dá para comprar 500 caminhões de material britado, para ajudar na readequação de algumas vias do nosso município, que não têm pavimentação. Porém, com R$150 mil daria para fazer todo o recape asfáltico das ruas próximas à maior imagem do mundo de Nossa Senhora das Graças. Tiramos R$ 300 mil e distribuímos entre duas secretarias para melhorar a trafegabilidade dos bairros e do interior", disse. 
Antes, na sessão da semana passada, o vereador já havia apresentado a emenda 01/2016, que limita em 10% a abertura de crédito adicional. 
A LDO deve passar em votação novamente na última sessão do Legislativo do primeiro semestre, que acontece na segunda-feira, dia 11. Depois disso, os vereadores entram em recesso por duas semanas, retomando dia 1º de agosto.