notícias

PM de Rio Azul localiza suspeito de feminicídio

Mulher, de 34 anos, foi morta com golpes de faca. Corpo da vítima foi localizado na Avenida Manoel Ribas, na entrada da Vila Gembarowski

Da Redação
Policiais do Destacamento de Rio Azul (foto) localizaram o suspeito do feminicídio. Imagem: Clayton Burgath/Portal Notícia da Região
A Polícia Militar de Rio Azul localizou o suspeito do feminicídio de Franciane Fernandes, conhecida por Nane, de 34 anos. A jovem foi morta com golpes de faca no domingo, 26. O corpo dela foi localizado em óbito na Avenida Manoel Ribas, na entrada da Vila Gembarowski.
A prisão ocorreu na segunda-feira, 27, depois que policiais identificaram uma pessoa que teria visto o corpo da vítima, pois reside nas proximidades onde ocorreu o crime. A PM foi até o local onde a testemunha estava trabalhando na colheita de fumo, na localidade de Cachoeira dos Paulistas. Duas pessoas estavam no local. Ambos demonstraram nervosismo, sendo que um deles disse que passava pelo local quando avistou o corpo da vítima. Porém, ele alegou que não sabia o que fazer e foi até sua casa.
No momento que os policiais conversavam com o jovem, o outro homem que estava no local disse que o colega deveria contar o que sabia. Em seguida, o homem confessou que depois de chegar em sua residência percebeu que seu pai estava nervoso e possuía manchas de sangue nas mãos e na bermuda jeans que vestia. Ao ser questionado pelo filho sobre o que havia acontecido, o homem disse que matou Franciane. O rapaz ainda disse que percebeu que seu pai estava lavando uma faca. O objeto estava sujo de sangue.  
O suspeito do feminicídio também esteve na casa de sua irmã, na localidade de Barra da Cachoeira, onde confirmou a participação na morte da jovem. Os policiais realizaram buscas na casa do suspeito e encontraram uma bermuda jeans com manchas de sangue. Na sequência, o homem, que retornava de seu serviço no interior, foi abordado. Após conversar com os policiais, o suspeito confessou a autoria do crime. Ele ainda indicou o local onde estava a faca que usou para golpear a vítima. O objeto foi encontrado embaixo de um vaso de flores ao lado do muro da residência. Documentos de Franciane foram localizados em cima do guarda-roupas no quarto do suspeito.  
A bermuda jeans e a faca foram apreendidas e encaminhadas para a Delegacia. Para o mesmo local foi levado o suspeito do feminicídio. 
Policiais de Rio Azul disseram ao jornalista Clayton Burgath, do portal Notícia da Região, que o homem detido era ex-convivente de Franciane. Conforme a PM, o suspeito não permaneceu preso, pois teria passado o período de 24 horas do flagrante. Por isso, ele foi liberado para responder em liberdade. A Polícia Civil está investigando o caso.