notícias

Homens danificam motocicleta com pedradas

Proprietário estava em uma lanchonete quando foi ameaçado e teve a moto danificada com pedras. Foram constatados danos nos espelhos, setas de direção e carenagem

Da Redação
Moradores de Rebouças atiraram pedras em uma motocicleta Honda CG Titan na tarde de sábado, 25. O proprietário relatou que deixou sua moto estava estacionada em frente à praça da Rodoviária Municipal no período que permaneceu em uma lanchonete.
Em um determinado momento, o dono do veículo foi abordado por quatro homens, que o intimidaram e pediram para que ele saísse do local. Porém, ele não acatou a solicitação. Com isso, os homens foram até onde estava a moto e passaram a atirar pedras, que danificaram os espelhos, setas de direção e a carenagem do veículo. A vítima afirmou que não conhece os autores dos danos. A Polícia Militar foi acionada e realizou buscas. No entanto, nenhum suspeito foi localizado.

Mulher ameaçada pelo ex-marido

Ainda em Rebouças, uma mulher disse que estava na casa de uma amiga com seu filho, de 2 anos, quando seu ex-marido passou pelo local e passou a ameaçá-la. Além disso, o homem gritava e solicitava que a ex-mulher deixasse a residência, pois alegava que o filho não deveria permanecer em um local onde pessoas estavam ingerido bebida alcoólicas. A moradora demonstrou interesse em representar contra o autor da ameaça e de solicitar uma medida protetiva contra o ex-marido. Em função do fato, os envolvidos na ocorrência foram levados para a Delegacia.

Homem é flagrado embriagado após discussão entre casal

Em Rio Azul, a PM prendeu um homem por embriaguez ao volante após uma discussão entre um casal. Os envolvidos no desentendimento compareceram no Destacamento da PM. Eles relataram que moram juntos há quatro anos e que discutiram na sexta-feira, 24. Depois disso, o homem deixou a residência e foi para a casa de amigos. A mulher alegou que o amásio retirou uma TV de 65 polegadas do imóvel e levou para o local onde passou a residir na Vila Zem. Porém, o homem afirmou que comprou o objeto e que possuía nota fiscal do aparelho. Ele também disse que sua convivente danificou a TV. A mulher estava com um Fiat Punto, mas não era habilitada. Por isso, o carro foi liberado para outra pessoa com Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Já o homem conduzia um Fiat Uno, que apresentava débitos. Por esse motivo, ele foi recolhido ao pátio do Destacamento. O motorista era habilitado na categoria B (para carros). Entretanto, o condutor exalava odor etílico, segundo a PM. Em virtude do fato, o homem realizou o teste do bafômetro, que teve resultado de 0,32 mg/l de álcool no organismo.