notícias

Governo entrega instalações do Centro da Juventude Nagib Harmuch

Inauguração encerrou um período de espera de oito anos pela conclusão da obra, que vai atender a cerca de 50 adolescentes de 12 a 18 anos

Da Redação, com reportagem de Sidnei Jorge (Sidão). Fotos: Juarez Oliveira e Sidão

O Governo Estadual e a Prefeitura de Irati entregaram oficialmente, na manhã de quinta-feira (7), o Centro da Juventude Nagib Harmuch, em Irati. Na ocasião, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior foi representado pelo secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost. Orçada em R$ 2.104.127,33, em 2009, época de assinatura do convênio com o Estado, a obra teve custo final de R$ 3.446.122,98, devido à necessidade de aditivos para recuperar perdas ocasionadas por deterioração e vandalismo. A edificação custou R$ 3.287.486,89 e outros R$ 158.636,09 foram aplicados em mobiliário e material de consumo.
Em Irati, o Centro da Juventude deve atender a cerca de 50 adolescentes e jovens em três perspectivas: fortalecimento de vínculos, formação psicossocial e desenvolvimento da cidadania. Para isso, vai desenvolver atividades como esporte (natação, futsal, vôlei e basquete); prática de skate e oficinas de artes marciais; informática; teatro; danças folclóricas e contemporâneas; radialismo e jornalismo. O local também vai oferecer cursos profissionalizantes, de artes em geral, e eventos relacionados à promoção da cidadania, lazer e convivência familiar e comunitária.
“O Centro da Juventude, com certeza, vai ajudar a muitos jovens evitarem o mal das drogas, da criminalidade. Porque o jovem que pratica esportes, que faz um contraturno escolar, que participa de uma atividade cultural e artística fica menos tempo na rua. Com isso, ele fica menos exposto aos perigos que a rua apresenta”, destacou Leprevost. O secretário salientou, ainda, que o Centro da Juventude deve contribuir para os adolescentes desfrutem de uma vida com dignidade e possam “chegar aos 60, 70 anos de cabeça erguida”.
Por e-mail: http://bit.ly/2BiE4tC
O deputado estadual Artagão Júnior, ex-secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (atual SEJUF), prestigiou a inauguração e falou da contribuição que o Centro da Juventude pode proporcionar à formação cidadã. “Essa obra é fantástica, não só do ponto de vista do valor do investimento – cerca de R$ 3,5 milhões. Estamos falando de uma obra que iniciou lá em 2009, 2010, e que ficou parada um longo tempo. Quando o Jorge [Derbli, prefeito de Irati] assumiu, eu estava secretário na época, fomos visitar a [ex-] secretária [da Família e Desenvolvimento Social], Fernanda Richa, para falar da importância da retomada dessa obra, que tem um aspecto social, pois aqui teremos atividades sociais, culturais e esportivas”, disse.
Artagão frisou, ainda, os resultados positivos apresentados por outros Centros da Juventude, inaugurados desde 2011, na formação, no aprendizado e na manutenção de crianças e adolescentes, em situação de vulnerabilidade social, afastados da criminalidade e das drogas. “Quando estão aqui, não estão somente aprendendo coisas boas, como também estão longe daquilo que não é bom. Quem não tem onde ir, nem tem o que fazer, pode ser assediado por aquilo que não presta”, completou o parlamentar.
O prefeito Jorge Derbli comemorou a entrega da tão aguardada obra. “Para nós, é um dia de muita satisfação estarmos entregando e inaugurando essa obra para o município de Irati. Uma obra que foi iniciada em 2010, ficou parada por mais de cinco anos e, infelizmente, se deteriorou, queimaram, quebraram, depredaram. Mas tínhamos o compromisso de campanha de concluir e dar andamento a todas as obras que recebemos de administrações anteriores e assim o fizemos”, salientou. A retomada da obra após tanto tempo paralisada a encareceu. Foram investidos mais R$ 1,6 milhão nessa última etapa e coube à Prefeitura de Irati a contrapartida de R$ 800 mil.
Derbli destacou que o Centro da Juventude será um espaço de formação diversificada e multidisciplinar para os adolescentes, por ser dotado de estrutura para a prática de esportes, atividades culturais e formação profissionalizante. “Estamos trabalhando em rede, com as Secretarias, direcionando funcionários para atender à necessidade dessa obra. E temos aqui um espaço de uso múltiplo, que a escola que temos aqui ao lado [Escola Municipal Matilde Araújo do Nascimento] poderá utilizar: o miniginásio, piscina, pista de skate, biblioteca, entre outras coisas boas que tem nessa obra. É um espaço para uso geral da comunidade, da juventude e das escolas”, comentou.
“O pilar que se faz na área social é o investimento no jovem, o caminho, o espaço, a condução do jovem; porque vai ser nosso futuro. O futuro de nossos municípios, estados e até do País, tendo nomes em destaque. Nada mais justo que ter o nome do Nagib Harmuch nessa obra tão grandiosa e em homenagem a ele”, analisou o presidente da Associação dos Municípios do Centro-Sul do Paraná (Amcespar), Júnior Benato, prefeito do município de Inácio Martins.

Legado preservado

A diretora das emissoras Super Najuá e Najuá FM, Jussara Harmuch, enalteceu o papel social e o legado do pai, Nagib Harmuch, homenageado com a denominação do Centro da Juventude (lei municipal 3611/2012). Seu apreço pelas causas comunitárias o inspirou a criar o quadro “Voz do Povão”, no Meio Dia em Notícias, no ar há mais de 40 anos, como um canal que abre oportunidade para o povo se expressar. “Ele deixava o pessoal muito à vontade e era uma coisa muito simples de se fazer e virou filosofia da empresa, sem ele saber de estratégias de negócio. Quando eu comecei a assumir mais de perto, percebi que era a filosofia da empresa”, enfatizou.
Jussara comentou que esse legado herdado do saudoso Nagib Harmuch permanece, ainda que o rádio tenha sofrido adaptações para sobreviver ante à tecnologia e à disrupção digital. A participação popular, que ocorria pessoalmente no estúdio, por carta e telefone foi gradativamente substituída pela interação via e-mail e mensageiros instantâneos, como o WhatsApp. “O rádio ganhou muito com a internet, porque hoje ele é também TV, texto, música. Mas, em especial, o rádio é aconchego, acolhimento. Somos multiplataforma. Outras plataformas que, por exemplo, tocam só música ou outra coisa, não dão isso. O rádio é um companheiro”, ressaltou.
A filha de Nagib Harmuch agradeceu ao ex-prefeito Sérgio Stoklos, autor da lei municipal 3611/2012, sancionada em 18 de dezembro de 2012, que denominou o Centro da Juventude; aos vereadores da legislatura 2009-2012, presididos pelo ex-vereador Laudelino Antonio Filipus (Toninho), que aprovaram a proposição; ao prefeito Jorge Derbli, por ter dado continuidade e concluído a obra. “Cumprimento e agradeço ao Ney Leprevost, secretário da Justiça, Família e Trabalho, que deixou seus afazeres para vir aqui demonstrar seu respeito e a importância dessa obra”, disse.
Jussara aproveitou para convidar aos presentes à inauguração para que se voluntariem para as atividades multidisciplinares que o Centro da Juventude vai propiciar a adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social. “Assim como eu vou fazer, pois aqui tem uma rádio e vou me dedicar e incentivar meus funcionários a se voluntariar para ajudar. A estrutura está pronta e agora quero ver funcionar. Pode contar comigo e com uma equipe que, com certeza, vai se juntar a mim”, concluiu.
O fundador das rádios Najuá, Nagib Harmuch nasceu em 23 de abril de 1936 e faleceu em 21 de abril de 2006, aos 69 anos. Nagib iniciou a carreira profissional como locutor na Rádio Difusora de Irati e atuou como motorista de caminhão. Em 1º de maio de 1978, fundou a Rádio Najuá AM 990, atual Super Najuá 92.5 FM. Posteriormente, inaugurou a Najuá FM 106.9, que completou 31 anos em junho de 2019.
Dentro de sua trajetória, Nagib ficou marcado por dar oportunidade para a população se manifestar no quadro “Voz do Povão”, do Meio Dia em Notícias, que se mantém no ar há 41 anos. Atualmente, Jussara Harmuch, que é filha de Nagib, está na direção da emissora e segue destinando espaço para a comunidade falar sobre seus anseios e necessidades, seguindo o legado deixado pelo pai.

Serviço

A unidade é a 27ª da primeira etapa do programa, que contempla 30 cidades, a entrar em operação. Os Centros da Juventude de Prudentópolis e de Paranaguá permanecem com obras paralisadas. Em setembro, a Comissão da Juventude cobrou da SEJUF informações sobre o cronograma a ser cumprido.
Localizado na Avenida Perimetral João Stoklos, o Centro da Juventude receberá inscrições, nos próximos 30 dias, para reconhecimento de demandas e para que a população conheça a estrutura. Nesse espaço de tempo, a Secretaria de Assistência Social fará uma busca ativa para o público prioritário, que são os jovens em situação de risco e vulnerabilidade social. As atividades iniciam, de fato, tão logo se encerre esse prazo de inscrições.